Russa de 15 anos é campeã juvenil em Wimbledon
Por Mario Sérgio Cruz
julho 9, 2016 às 10:17 pm

Pelo segundo ano seguido e apenas pela terceira vez na história, uma jogadora russa é campeã juvenil em Wimbledon. O título de 2016 ficou com a promissora Anastasia Potapova, de apenas 15 anos, que venceu uma final dramática neste sábado contra a ucraniana Dayana Yastremska, um ano mais velha, por 6/4 e 6/3 em 1h37.

Apenas o placar e as estatísticas do jogo não traduzem dificuldade da partida, que teve dez quebras de saque. No longo último game do jogo, a russa perdeu seis match points em seu serviço, o último com uma dupla-falta. Mais que isso, em duas ocasiões ela chegou a comemorar o título em marcações que foram posteriormente corrigidas pelo desafio eletrônico.

 

“Foi 6/4 e 6/3, mas senti como se fossem três sets”, disse Potapova à ITF. A jovem russa ficou surpresa até mesmo com o número de match points perdidos. Quando perguntada, respondeu “Foram apenas três” até saber a conta exata “Sete match points! Oh meu Deus!”

Ela ainda deu sua versão sobre os altos e baixos do game final. “Eu só conseguia pensar ‘Eu ganhei!’ e então ela pediu um desafio. Foi um pouco para fora. Depois aconteceu a mesma situação e foi mesmo para fora. Disse para mim mesma ‘Eu não posso perder’. Quando terminou o jogo, eu disse: ‘Graças a Deus. Finalmente eu ganhei!’.

Potapova e Yastremska decidiram o título juvenil neste sábado (Foto Eddie Keogh/AELTC)

Potapova e Yastremska decidiram o título juvenil neste sábado (Foto Eddie Keogh/AELTC)

Apostando em um tênis muito sólido do fundo de quadra na final, Potapova viu a rival tomar a iniciativa na maioria dos pontos, mas se perder em erros não-forçados. Yastremska liderou a contagem de winners por incríveis 21 a 4, mas também cometeu 42 erros diante de 31 da russa.

Além de ser mais consistente defensivamente, a russa soube explorar o baixo desempenho no saque da adversária. No primeiro set, a ucraniana não apenas colocou 38% de primeiros serviços em quadra, como sofreu com as devoluções da russa. Potapova venceu 17 pontos dos 29 jogados no saque da adversária. Já no segundo set, a jovem russa quebrou mais duas vezes e venceu metade dos pontos que jogou na devolução, 18 em 36.

Carreira respeitável – Apesar da pouca idade, Potapova já acumula uma série de bons resultados em competições de base. Falando apenas em Grand Slam, ela vinha de uma semifinal em Roland Garros e chegou às quartas na edição passada de Wimbledon, com apenas 14 anos.

Ela também tem um histórico considerável em torneios tradicionais nos Estados Unidos, ao vencer o Eddie Herr de 12 e 14 anos em 2013 e 2014. Já no Orange Bowl, foi finalista nos 12 anos em 2013, campeã nos 14 em 2014 e foi às quartas na categoria principal no ano passado.

Um pouco de história – Apenas três russas já venceram o torneio juvenil em Wimbledon. A primeira foi Vera Dushevina em final contra Maria Sharapova em 2002. A segunda foi no ano passado, quando Sofya Zhuk superou a compatriota Anna Blinkova.

Já com a antiga União Soviética, Galina Baksheeva foi bicampeã nos anos de 1961 e 62, mesma situação de Natasha Chmyreva em 1975 e 76 e Natalia Zvereva em 1986 e 87. Também já venceram Olga Morozova em 1965 e Marina Kroshina em 1971.


Comentários
  1. Edson Peres

    Fala, Mário!

    Primeiramente, parabéns pelo espaço em que você pública novidades dentre os novatos mundo a fora.

    Em segundo lugar, a final juvenil feminina teve um jogo com um placar de 6-4 e 6-3 e estava tentando encontrar onde apareceu a dramaticidade. Cadê?, eu me perguntava. Aí está. Anastasia Potapova comemorou o título três vezes. Que challenge ingrato! kkkkkkk Excelente história!

    Um abraço!

    Reply
    1. Mario Sérgio Cruz

      Sim! Foi um jogo maluco, com muitas quebras e a vantagem difícil de sustentar. No último game, sobrou drama com todos os match points.

      Reply
  2. Pingback: TenisBrasil - Primeiro Set

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>