Doce vingança
Por José Nilton Dalcim
13 de maio de 2017 às 19:27

Rafael Nadal não perdeu por esperar. Assim como havia sofrido derrotas acachapantes para Novak Djokovic em seus momentos de baixa, aproveitou-se neste sábado para retribuir em idêntica moeda. Não fosse uma pequena queda de intensidade no segundo set, e o espanhol teria atropelado o adversário com placar muito mais expressivo do que foram o 6/2 e 6/4.

Havia claramente uma motivação extra para Rafa. Ele entrou acelerado, distribuindo bolas para todos os lados, dedicadíssimo a ousar paralelas a qualquer oportunidade. Não custou nada abrir 4/0 diante do serviço débil de Nole. Voltou a sair com quebra à frente na outra parcial e só aí deu uma vacilada. Ficou mais conservador e vimos claramente que as paralelas diminuíram. Fechou as poucas frestas que surgiram com um empenho ferrenho, um saque inteligente e a variação de golpes que outrora era marca registrada do adversário. Um passeio tático e técnico.

Embora tenha jogado abaixo de seu nível, vale dizer que Nole tentou literalmente tudo. Recuou um passo atrás da linha, subiu mais do que deveria à rede – chegou a fazer saque-voleio -, deu deixadinhas, correu como louco. Mas esse arsenal não suprimiu sua imprecisão na hora de atacar ou a falta de regularidade para aguentar as trocas mais longas. No fundo, o que mais o deixou na mão foi um primeiro saque contundente que permitisse atacar logo na segunda bola. A explicação básica para tudo mais uma vez parece simples: não há confiança o suficiente.

Nole admitiu logo depois que Rafa é o favorito para Roland Garros, e o sérvio sabe que isso não depende mais do que acontecer em Roma. Claro que Nole ainda pode reduzir a distância caso não apenas faça um grande torneio no Fóro, mas principalmente se vingue do espanhol, já que os dois estão novamente fadados a se cruzar na semi. Caso contrário, o bi será um sonho distante. O primeiro balde de água fria já caiu.

E o que pode fazer Dominic Thiem contra Nadal? Vimos poucos dias atrás que o austríaco tem problema claro diante de quem defende em demasia. Apesar da potência incrível de seus golpes, ele acaba se desesperando quando não consegue finalizar os pontos e isso é justamente a maestria de Rafa no saibro. Então me parece que as chances do austríaco estão diretamente relacionadas à capacidade de absorver a frustração. Tomara que ele faça bem mais do que os cinco games que obteve em Barcelona.

Sábado de ouro
Carente de resultados animadores, o tênis brasileiro viveu um sábado de ouro. Bia Haddad Maia avançou para a maior final de sua curta carreira e pode cumprir o destino de chegar ao top 100 se levantar o troféu. Atrasado em relação a seu potencial, mas muito adiantado se pensarmos que começou a temporada perto do 250º posto e somente em fevereiro. De quebra, praticamente garantiu sua vaga em Wimbledon, seu primeiro Grand Slam.

Marcelo Melo foi outra alegria, embora nem tenha entrado em quadra. Ele o Lukasz Kubot se favoreceram do abandono de Nick Kyrgios – está com dor no quadril esquerdo e é dúvida em Roma – e farão assim a terceira final de Masters 1000 em 40 dias, em busca do segundo título e da liderança da temporada.

Em Roma, Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro venceram a primeira rodada do quali e terão de duelar entre si para ver quem fica com a vaga. Se por um lado é ruim, de outro garante um deles na chave. O cearense não anda dando muita sorte nesta primeira incursão no tênis de primeiríssima linha.

Por fim, Orlando Luz foi à final de um future espanhol de US$ 15 mil. Claro que é hoje o menor dos torneios do circuito, mas demonstra que sua volta após dois meses de parada não tirou o ritmo. Portanto, um domingo que vale muita torcida.


Comentários
  1. Frederico Schnack

    Engraçado o comentário do Lógico…… “morder fronhas”. Teve uns aloprados que acabaram de comentar que Rafa “morde” seus troféus e por conta disso os estraga, como se fosse uma coisa surreal …. esses mesmos que comentaram com certeza mordem suas fronhas todos dias……. e adoram.

    Responder
  2. Frederico Schnack

    Brincadeiras a parte…… já dou meu palpite pra Rolanga em relação ao helvético….. numa eventual segunda rodada ou terceira, perante a um “mero” especialista no saibro, o suiço cai…. não vejo como nada proveitosos essa tal “parada” no saibro.

    Responder
  3. Luiz Fernando

    Dalcim no inicio da temporada de grama vc postou q Nadal deveria abrir mao ou de Barcelona (ATP 500) ou Madri, q pela maior rapidez da quadra lhe seria desfavorável, visando ter maior chance em RG, e eu sinceramente concordei. Passado esse mês, me parece q o torneio mis importante foi justamente Madri, não pela conquista em si, mas por vencer numa quadra não tao favorável e acima de tudo pelos adversários q venceu. Vencer o Djoko, do ponto de vista eminentemente emocional, foi tao relevante quanto vencer o torneio em si, essa vitoria era fundamental; a comemoração de ontem foi equivalente a de hj. Como não vi nenhum desgaste exagerado nesse período, eu também iria a Roma se fosse Nadal, pois o piso e mais favorável a ele e mesmo q perca na primeira rodada, algo bem improvável, tudo estará em casa, não será nada desastroso, pois vencer os 3 M1000 do saibro ele so logrou uma vez. Concorda?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, concordo. Seu desgaste foi bem inferior ao previsto, apesar de ter tido alguns jogos duros. Com a confiança lá em cima e uma boa chave, ganhar Roma nem de longe parece improvável.

      Responder
  4. Luiz Fernando

    Quando terminou a temporada inicial de quadras duras, comentei q os torcedores do Rafa e do Djoko comportaram-se de forma exemplar nas vitorias do Federer, reconhecendo os méritos do cara, não procurando teorias infantis de conspiração. Também citei q tinha certeza q na medida q os outros jogadores começassem a vencer, o comportamento de muitas federetes seria totalmente distinto. E o q aconteceu? Exatamente o q eu postei q ocorreria, pois muitos deles vem tendo um comportamento baixo, rasteiro, torpe, pois ao invés de reconhecer os méritos do Nadal tentam denegrir suas conquistas com as baixarias de sempre. E qual a resposta: quadras lotadas aplaudindo o cara, 2 decacampeonatos e um penta, 3 taças mordidas, e, o q e pior p eles, grande perspectiva de novas conquistas em Roma e RG.

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Vc também leva à sério muita coisa que não passa de galhofa e curtição.

      É óbvio que não há quem não saiba reconhecer o que o Nadal faz no saibro…

      Eu por exemplo, posso não gostar desse estilo de jogo ultra-defensivo e ultra-físico dele.

      Mas a eficiência é inegável.

      Agora, quero muito ver um encontro dele com o Federer, em Roland Garros.

      Os dois se isolaram como os melhores disparados da temporada…

      De novo, assim como na Austrália, seria épico.

      Responder
      1. Luiz Fernando

        Rodrigo me desculpe mas é diferente. Veja, vc mesmo um dia fez uma brincadeira na boa sobre isso e ninguém esperneou, foi algo não ofensivo, que faz parte das brincadeiras do blog. Tudo tem um limite. Infelizmente alguns torcedores do Federer sempre passaram do limite aqui e para esses idiotas a política a ser adotada é a do “bateu levou”.

        Responder
    2. O LÓGICO

      L Falso, não venha dá uma de santinho, ok? kkkkkkkkkk Não vemos outros, senão você e o L Farmacêutico xingando os torcedores do djoko e do Fedex. Por enquanto a tia Alice tá controlada kkkkkkkkkkkkkk.

      Pode xingar o fedex à vontade, problema seu e dele. Agora, é estranho que você fale que eu penso no robozinho, quando fica todo raivosinho quando atacamos o maratonista travestido de tenista kkkkk. Confessa, vai: você morde fronha por ele, só pode ser. Nada justifica tamanha fixação na pessoa e não no tenista.

      Quando ataco o robozinho do ponto de vista técnico e moral (esportivamente falando), apresento fundamentação LÓGICA kkkkkkkkkkkkkkk E é seu direito não concordar, sem precisar dar chilique kkkkkkkkk O tênis do robozinho fede e dar nos nervos de tão feio, covarde kkkkkkkkkkkkkk E pra mim ele não ética esportiva e nem tão pouco etiqueta, entendida aqui como bons modos em quadra kkkkkkkkkkkkkkk

      Responder
  5. Alexandre Adorno da Cunha

    Dalcim, para os que depois de assistirem este último torneio ainda achar que Nadal joga o “anti-tenîs” AFF…tem uma frase que você pode completar..rs
    Nunca duvide de……………..

    Responder
  6. Luiz Fernando

    Quanta monotonia, 3 títulos em 3-4 semanas, como e q sera perder kkkkkk? Esse titulo e menos relevante, afinal Rafa e apenas PENTAcampeão e nos estamos acostumados a sermos DECA kkkkkk!!! Rafa e um monstro faminto q se alimenta de vitorias, ja postei isso varias vezes, esta jogando muito, com preparo fisico espetacular, vai ser difícil segurar o cara. Nem o torcedor mais cego poderia imaginar uma campanha dessas no ano, depois dos desempenhos péssimos prévios. Temos também q louvar o Thiem, q jogou demais, equilibrou as ações e so perdeu hj pois enfrentou o maior saibrosa das galáxias e planetas, qualquer outro perderia hj. Ele saca bem, defende bem e sua bola anda muito, em media foi 10 km/h mais rápida do q do Rafa. Me parece claramente um futuro campeão, ao menos no saibro. Claro q aquela galerinha medíocre, recalcada e rancorosa precisa de uma frase final: COMO OS CARAS TAO SOFRENDOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!

    Responder
  7. Frederico Schnack

    Comentário da fanatiquete:
    “Nadal não ganhou absolutamente NADA…… Federer meu eterno ídolo, o semi-deus, preferiu por não fazer parte dessa coisa coisa fajuta chamada LAje….. só vai a Rolanga porque, enfim, é o Grand Slam que sempre mais almejei…….. mas o cara de Manacor estava lá pra tirar uns 4 slams do helvético, pelo menos…… haja paciência…… .enfim tive muita sorte de pegar o tal Soderling, que os deuses do tênis abençoaram……. rezo todos os dias pra que ele não fique na mesma chave que Djoko num Slam…. pois será um massacre impiedoso que o sérvio me imporá”.

    Abs.

    Responder
  8. Mario Cesar Rodrigues

    Bem como falei o Thien iria ser um perigo e foi mas Rafa é dificil bater ele gente entendam,o Thien se salvou um pouco no jogo com o saque só olhar a porcentagem de 1 saque,Rafa teve dificuldades para devolver bem,mas as oportunidades sempre aparecem sabe pq?o Thien é bom mais afobado vai para a pancadaria Rafa só observando esperai que vc vai ver.Pelo menos Rafa enfrentou um cara com vontade de ganhar com raça,não aquele de ontem que deve estar pensando e agora …Nole não é paréo para Rafa pode até ser mais para frente mais por enquanto Rafa é soberano!Mais um caneco tá bom não está dalcim?abs a todos Lola um abraço para senhora Feliz dia das Mães!

    Responder
  9. Pedro

    O Thiem no fim do primeiro set estava morto, e o Nadal ainda conseguia jogar umas 3 partidas, aí complica demais. Fora isso, achei que o Thiem escolheu errado alguns golpes, e estava descalibrado na sua direita, tanto em profundidade como direção. Dalcim, o Nadal ainda vai jogar Roma?

    Responder
  10. Anderson Vieira

    Se o Thiem tivesse coragem , já era pra tá ganhando o jogo , na hora de dá um passo pra frente ele dá um passo para trás . E nos pontos importantes , o braço encolhe rsrs . A receita o Federer já ensinou , é só ser agressivo e não deixar o Nadal respirar .

    Responder
    1. Juscelino Júnior

      “É só ser agressivo e não deixar o Nadal respirar”… caramba parceiro, tão simples né?! Malditos tenistas da ATP, não conseguem fazer o óbvio…
      #ironic mode on

      Responder
  11. Rafael Wuthrich

    Deu pena do Thiem. Fez uma partida excelente e venceria qualquer adversário que não fosse o espanhol. Fazendo o que mais lhe dá conforto – defender sempre mais uma bola e atacar o backhand – o espanhol saiu dos momentos de sufoco. Esteve ameaçado de perder o 1o set, mas sacou bem nesses momentos. Nadal está jogando como antigamente.

    Não esperava tanta resistência do austríaco, que evoluiu. Mas ainda não é páreo para o jogo defensivo e de contraataque de Nadal. Talvez daqui a uns 3 anos.

    Repito aqui o que disse ontem: Nadal não perderá pra ninguém nessa temporada de saibro. Ninguém.

    Responder
      1. Rafael Wuthrich

        Verdade. Mas mostrou enorme poder mental. Voltou várias vezes na partida na primeira decisão de alto nível dele. Precisa de mais dessas. Se ambientando, tenho certeza que subirá mais um degrau.

        Do jeito que a temporada anda, se Thiem for consistente também nos Slam termina como 3 do mundo.

        Responder
    1. José Eduardo Pessanha

      Amigo Wuthrich, a minha impressão é outra. Faltou paciência e coragem ao garoto. Nadal perfeitamente ganhável. Sobrará ao Craque fazer o trabalho sujo e veremos o 19 surgir na Laje de Roland Garros. Abs.

      Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Sim.

      talvez apenas o Roger Federer tem o ANTÍDOTO contra esse anti-jjogo do Nadal.

      Como vimos este ano na Austrália, em Indian Wells e em Miami.

      No saibro, este tipo de jogo do espanhol é muito potencializado, sem dúvidas.

      Porém, acho que o neo-backhand de Roger agora poderá atacar o forehan “ganchão” do Nadal com mais efetividade, na cruzada.

      Coisa que em outros tempos não ocorria…

      O Nadal ainda e favorito contra ele no terrão?

      Sem dúvidas. Até porque não vimos o Federer em ação no saibro…

      Mas acho que minha teoria se provará correta.

      Aguardemos Roland Garros.

      Responder
  12. Anderson Vieira

    Pra você Marquinhos
    Características dos efeitos anabólicos :

    Aumento da sudorese ( suor em grande quantidade)
    Calvície em alguns casos kkkkkkkkkk

    Irritação e tiktik nervoso kkkkkkkkkk , e o indivíduo não consegue ficar parado, mesmo em momentos de repouso , como sentado , deitado ou em pé .

    Aumento da massa muscular , dependendo do anabolizante.

    Aumento dos glóbulos vermelhos, ( fazem com que o desgaste físico seja minimizado ao máximo )

    Como mascarar : diuréticos , pausa nos momentos de uso para o organismo absorve e o atleta voltar com o físico de um soldado universal, sem vestígios anabólicos.

    Responder
  13. Márcio Souza

    Parabéns a Bia por mais um título e pela escalada que ele vem tendo no ranking, e olha que ela só tem 21 anos.
    Tomara que as lesões não atrapalhem essa grand evolução que ela vem tendo e que ele possa durante esse ano aprimorar cada vez mais a parte técnica e física e fechar o ano no top 50 pelo menos, pra ai sim a partir do ano que vem começar a disputar pra valer os grandes torneios….desejo todo o sucesso do mundo pra ela.

    Parabéns também ao Mello e ao seu parceiro Kubot, começaram a parceria meio que com o pé esquerdo e aqui no Brasil parecia que o caldo ia engrossar mas a partir dos Masters 1000 americanos a dupla se encontrou e hoje conquistaram mais um título muito importante e lideram o ranking da temporada, parabéns ao Girafa e que essa parceria ainda renda muitos bons frutos e que o Bruno também junto com o irmão do Murray possa também ter sucesso no circuito.

    Ja o Bellucci….deixa quieto nem vou comentar mais nada porque senão vai rolar uns palavrões aqui e esse comentario será bloqueado.
    Eu só queria saber qual a reação dele ao chegar no vestiário, jogar uma água no rosto e olhar no espelho e falar: “PERDI MAIS UMA”.
    E o fato nem é por ser o Monteiro, podia ser qualquer outro tenista de ranking e de jogo abaixo dele, o problema é a apatia e o modo como ele conduz as coisas…sem comentários.

    Nadal favorito agora a tarde, 2 a 0 e mais um caneco…infelizmente.

    Responder
    1. João ando

      E o thomaz perdeu a ultimado Qualy….putz ….por isso que digo que o ranking dele e por volta dos 80 .o que e ótimo vai ficar rico e aposentar daqui uns 4/5 anos

      Responder
  14. Marquinhos

    Alice,

    O melhor smash do circuito disparado é de Roger Federer. Nenhum tenista do circuito tem a categoria e frieza do suíço para cravar a bola na quadra.

    Alias, Alice, agora é fácil entrar no blog diariamente pra festejar as conquistas do espanhol e chamar os outros de antis. Nínguem aqui é obrigado a elogiar e admirar o Nadal. Apareça também quando ele está em má fase. Não seja torcedora modinha.

    Abs!

    Responder
    1. Eduardo

      Marquinhos. Acho que você não está no seu melhor dia. Primeiro fala do smash do Federer, depois esse comentário patético sobre a Alice. Você não tem nenhuma obrigação de admirar a ninguém, o que me parece óbvio, mas não reconhecer os feitos do espanhol e algo que se assemelha a uma patologia de negação da realidade.

      Responder
  15. Marquinhos

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk O título do post é nome de filme de terror! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Só não entendi uma coisa? Por que Novak não fez o que melhor sabe fazer: Simular contusões. kkkkkkkkkk Ele poderia ter paralizado o jogo em certo momento com uma de suas simulações, apenas para esfriar o baloeiro. rs

    Espero que os três ou quatro torcedores do cototonete não fiquem tristes, pois logo logo o grande atp-500 De Pequim vem aí. kkkkkkkkkkkk Pelo menos pra sair do zaro esse ano.

    Responder
  16. Rodrigo S. Cruz

    Pelo menos no dia de hoje eu vou COMPOR o time dos piores críticos do Thomaz Bellucci, tais como o como LF e demais..

    Esse Thomaz Bellucci é uma VERGONHA!

    Ele deveria trocar de cérebro.

    Como pode perder no qualificatório por um tenista tão inferior a ele como o Thiago TROLL Monteiro?

    Ah não… Assim não dá.

    Assim não tem quem aguente. Nem mesmo eu…

    Na boa, APOSENTA, Bellucci!

    Responder
    1. João ando

      Por que Rodrigo? Viaja o mundo todo fica em ótimos hotéis. Ganha alguns jogos depois descansa …perde muitos deixa o rapaz …Ja está rico vai ganhar mais grana nos proximos 5 anos …aí sim pode aposentar

      Responder
    2. Luiz Fernando

      E alem de tudo o cara e fechado mesmo, ganhou na moedinha e vai enfrentar o… Goffin kkk! Se chover loira cai um gorila na cabeça dele.

      Responder
  17. Nando

    Parabéns ao Melo, mais uma conquista…a parceria começou devagar, mas parece q agora engrenou, já faturaram 2 masters e lideram a temporada.

    Responder
  18. Felipe Velasquez

    Dalcim, uma pergunta: algum tenista já venceu todos os principais torneios de saibro em sequência (Monte Carlo, Madri, Barcelona, Roma e RG)? Abraços

    Responder
  19. Anderson Vieira

    Dalcim , a impressão é que se o Thiem Higor alá Federer (ataque total ) vai vencer o Nadal , principalmente se atacar sempre o segundo serviço . O que você acha que o Thiem precisa fazer para ganhar ?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, mas ele teria de ter a mesma precisão e paciência. Ele treina muito com o Nadal e deve saber que o segredo está no backhand.

      Responder
  20. Paulo F.

    E Thiem já começou a ter medo a já se vacinou:
    Declarou que a partida de ontem acabou muito tarde e que pode não ter tempo o suficiente para se recuperar.
    Se para ter essa postura covarde, que entregue a partida e deixa os espanhóis fazerem a festa e o cerimonial sozinhos com o Nadal.

    Responder
  21. André Luiz

    Nadal favoritaço pra final de logo mais.
    Mas eu vou torcer pro Thiem. Além de gostar muito do tennis do austríaco, que considero o segundo melhor no saibro atualmente, acho que daria uma boa animada pro restante da temporada europeia de terra vermelha.

    Responder
  22. André Luiz

    Djokovic está com um nível técnico e com a confiança muito abaixo de Rafa Nadal e Roger Federer. Na verdade, vem jogando como um top 20, top 15. Sua posição no ranking da temporada [‘race to london’] está longe de ser enganosa. O jogo foi um passeio. Ainda que possa vir a melhorar ao longo do segundo semestre, acho difícil que vejamos Nole recuperar a forma e a confiança nessa temporada. Vai ter um ou outro bom resultado aqui e ali, mas grandes títulos não.

    Responder
  23. Carlos Lira

    Dalcim,

    É visível que a bola de Nadal está mais funda. Vi em Monte Carlos ele jogar bem. Mas, a bola não estava tão funda quanto Madri. No jogo de ontem deu para ver que ele empurrava o sérvio para trás na maioria dos pontos. Bem vindo a arena do Touro! Concordas?

    Responder
  24. João ando

    Bom .o thiem não tem jogo para ganhar do rafa…Vai ser em dois sets 7/5 6/4. Uma hora quarenta de jogo.mas torcendo pelo tênis .vamos thiem

    Responder
  25. Carlos Emerson

    Bem,o Thien realmente pode ganhar do Espanhol.Mas vejamos Thiem saca bem um jogo de fundo de quadra bom.e Rafael Nadal vai deixar isto acontecer normalmente.não irá fazer nada então dá logo o caneco para o Thien que vejo que estará em boas mãos.será que não aprendem estou perdendo a paciência o Thiem bate 3 4 bolas do fundo e isola a bola não tem consistência no ano todo vi isto.Mas amanhã é outro jogo ele pode bater o Rafa pode e ai não irá mudar nada!cada jogo é um jogo.uma coisa é uma coisa outra coisa é outra coisa!se Rafael Nadal perder o que irá mudar na carreira dele?agora Roma dizem que o piso é como RG será?será mesmo que o saibro que favorece a ele.engraçado o pitoresco de um baitola ai disse que Madrid favorece Rafa o quick é mais alto ele está certo.cada um enxerga um torneio do jeito que achar que lhe convier!ou na hora que precisou Rafael Nadal não jogou poucas vezes com Nole assim hoje e ganhou é cada uma viu este SR é uma piada!

    Responder
  26. Odailton Aparecido da Silva

    Dalcim sou torcedor do Djoko, na sua opinião depois q o Djoko ganhou RG q ele tanta queria , o único título de GS q faltava ,por isso perdeu há motivação de jogar de tênis, eu sei q não tem como ele manter o nível q vinha jogando ganhando tudo… Se no ano q vem ele continuar assim não ganhando mais nada, não eh melhor se aposentar já q para o ele o Djoko,já tá satisfeito q fez no tênis ganhando tudo q ele queria ganhar …. Só mais pergunta rsrs ,q o Djoko não tem há mesma vontade de quebrar recordes q nem Nadal e Federer, eh mandar esse tal guru embora ,eh contratar um técnico q já foi número 1 se não vai ganhar mais nada……

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, parece que ele diminuiu a intensidade após Roland Garros, mas ao que tudo indica houve problemas pessoais e de contusão também no caminho. Acho que ele tem sim objetivo de alcançar grandes marcas e não sei se um técnico que foi número 1 é necessariamente a melhor solução.

      Responder
  27. Thales

    Final mais do que justa, o momento do Espanhol é muito melhor que o do Sérvio.. até estranhei vc achar que o Novak fosse ganhar no terceiro set Dalcim, no entanto esperava um jogo mais equilibridado, com Nadal levando em 2 sets mais disputados , a meu ver Nadal já entra como franco favorito para RG, joga seu melhor Tenis desde 2013 e sua confiança está nas alturas ( afinal são 6 finais em 7 torneios ), Thiem tb está numa fase muito interessante, definitivamente ele amadureceu, seu jogo está consistente e ele parece um jogador forjado pra esse piso, pelo apresentado na temporada colocaria o top 3 favoritos RG: Nadal, Thiem e Goffin.. O que acha mestre? e sobre amanhã arrisca algum placar?

    P.s.: A fase do Sérvio esta me lembrando a do Nadal em 2015..

    Responder
  28. O LÓGICO

    “Assim como havia sofrido derrotas acachapantes para Novak Djokovic em seus momentos de baixa”. What Guru? Isso vale para o ano passado, mas para 2011, não mesmo. Naquele ano os dois estavam nos cascos, e foram sete entubadas no robozinho macabro kkkkkkkkkkk Hoje ele bateu em bêbado kkkkkk Djoko sequer tava com aquela paciência de trocar bola com o empurrador de bolinha da estrela kkkkkkk
    Comemorem Nadalzetes e “Tia Alice no país das nadalzetes” kkkkkk, comemorem porque depois dos torneios na LAJE começa o semiárido pro Doutor “estranho” do tênis. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    E sobre as “desconfianças” sobre o robozinho usar um óleo diferenciado, isso é coisa que ecoa no mundo todo. Eu, particularmente, acredito nele tanto quanto acredito no lulinha paz e amor kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
  29. Alice - Goffin e Rafa

    Depois daquela partida entre o belga e o espanhol, alguns falaram em “melhor partida do ano” e até em “jogo de outro mundo”. A qualidade técnica foi tão entrosada, algumas jogadas só podiam ser ensaiadas entre os dois (hehe), trocas de bolas maravilhosas…

    Concluindo, pensei que os dois pudessem jogar duplas juntos!
    Seria interessante ao meu ver. :)

    Responder
  30. Alice

    Dalcim, agora que me lembrei de uma pergunta que queria fazer em relação ao Nadal, que na verdade é mais uma opinião né…

    Você​ acha ou concorda que Rafa tem uns dos melhores “smashs” e “saques abertos” do circuito? Pra mim está no Top3, se não for o melhor…hehe

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Excelente smash, mas acho que a maciça maioria dos profissionais tem um smash muito eficiente, até porque não é um golpe tão usado assim. ‘Saque aberto’ é uma coisa muito ampla. Federer, Karlovic, Kyrgios fazem isso muito bem, apenas para citar exemplos recentes. Talvez você esteja se referindo ao saque ‘kick’ aberto, esse sim menos comum e que alguns jogadores têm habilidade em fazer. Acho que Isner é o melhor deles.

      Responder
    2. Miguel BsB

      Pra mim, o melhor e mais eficiente smash do circuito é o do Federer, seguido do Nadal. Djokovic, em que pese toda sua qualidade técnica, costuma ter problemas em executar bem esse golpe.
      O saque Kick aberto do Thiem é insano tb…

      Responder
  31. Sérgio Ribeiro

    Muitos cravaram uma possível Vitória de Novak em 3 Sets, devido ao fantástico h2h de 7 Vitórias consecutivas de uma maneira humilhante. E poucos sabem que Rafa Nadal e’ o Único tenista na Era Profissional , a perder 3 Finais de SLAM consecutivas . E para o Sérvio a quem não vencia desde 2014. Depois das 3 Finais consecutivas perdidas para Federer, acho que o tal h2h esta’ desmoralizado rs. E o Pardal ainda me sai com a Pérola ” Madri e’ muito melhor para o Espanhol porque o quique da bolinha e’ mais alto”. No lamaçal os adversários não teem chance de jogar ( exceto Novak) , e seus Spins altos são arrasadores. Ele e’ que mostrou hoje o quão benéfico foram os ajustes em seu jogo feitos com Moya. O Post e’ bastante esclarecedor. Até Novak afirmou o que dizíamos sobre o pós jogo ” Rafa e’ o grande favorito para Rolanga “. Thiem vai mostrar inclusive para os ” Camaradas” , que o Suíço jamais errou na estratégia contra o Espanhol com seu Back de Uma mão no Barro ( o Único a batê-lo em Finais de MASTERS ). O Garoto vai jogar mais atrás , Sacando muito e batendo forte. E perdendo do mesmo jeito. A conferir! ABS!

    Responder
  32. Rodrigo S. Cruz

    E ora vejam!

    O Andy ” cabeça-fraca” Murray, já começa ROMA com a corda no pescoço!

    Na segunda rodada, ele provavelmente terá de enfrentar o italiano Fabio Fognini, o tenista que MAIS PERTO ESTEVE de derrotar Rafael Nadal nesta semana!

    Eita “nois”…

    Nada está tão ruim, que não possa ficar pior. (rs)

    Responder
  33. Rodrigo S. Cruz

    Putz.

    Que azar do Nicolas Almagro.

    Ele vai pegar justamente o Alexander Dogopolov, na última rodada do quali de Roma…

    Também os brasileiros deram azar em terem de se enfrentar.

    O Bellucci já perdeu do Monteiro, e tem levado a pior nos treinos…

    Porém, venceu o Dzumhur com autoridade no quali, e por muito pouco não impediu o Pablo Cuevas de fazer a grande campanha em Madri.

    Parada duríssima para ambos… O lado mental vai contar mais do que nunca!

    Responder
  34. Nando

    Mestre Dalcim…se tem melhor hora pra “nova geração” mostrar a q veio e ganhar algo revelante, essa hora é agora!
    Tá certo q o espanhol vem jogando bem no seu ganha-pão e é o favorito, mas Thiem está na final, então penso q ele tem q esquecer quem está do outro lado e ir pra cima.
    Eu diria q está 70/30 pro espanhol, mas vamos ver…
    Pra vc, o q o austríaco tem q fazer pra vencer o espanhol? Ataque total ou contra-atacar , jogando td a responsabilidade pro favorito?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Thiem só sabe jogar no ataque, se ficar à espera não terá a menor chance. Claro que também não pode arriscar todas as bolas. Ele tem um grande saque e um forehand excelente. Sabe jogar na rede e é corajoso. Mas Nadal vai explorar ao máximo seu backhand, que é o ponto que ele ainda não se sente à vontade.

      Responder
  35. César valeixo

    Dalcim, com esse backhand mais batido, e paralelas mais contundentes…você não acha que nadal pode se tornar perigoso na grama de volta? Vale saientar que faturando Roma e rg, ele pode voltar ao número 1 em Wimbledon, lógico que não eh fácil, porém eh possível…abs

    Responder
  36. George

    Dalcim, falando sobre a WTA, você já formou opinião sobre o lado mental da Kristina Mladenovic? Só um título em sete finais disputadas, sendo que a única final que ela venceu (contra a Putinseva) poderia ter sido liquidada em dois sets não fosse um vacilo da francesa, derrotas na final da Fed Cup… Vejo potência, inteligência e habilidade, mas não vejo os nervos necessários pros momentos de pressão.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, também a acho bem instável na parte emocional. Mas ela faz 24 anos neste domingo, ou seja, ainda é bem jovem e poderá amadurecer.

      Responder
  37. Alice - Parem de Chorarem...

    Rafael Nadal e Dominic Thiem TOMBARAM no mínimo metade do pessoal aqui do blog, mais especificamente os “antis”, aqueles que não suportam o Nadal, que estão de alguma forma feridos por esse touro Miura (haha) e aqueles que continuam subestimando o legítimo Top10, Dominic Thiem! Só lembrando que o austríaco volta assumir o melhor ranking (#7) da carreira e agora é o #3 na temporada… Isso sim que é ser superestimado… :P

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Cara Alice , até o inventor do ” Superestimado” , nosso amigo Peçanha, já jogou a toalha em relação ao talentoso Austríaco. Somente o Guri oportunista do ” Cabeça Fraca ” e’ que ainda vai ficar pagando mico. Ninguém é TOP 7 por acaso. E muito menos N 1. E o atual em péssima fase, conseguiu o Posto tomando em confronto direto com o anterior. Coisa rara que Nadal também o fez com Federer ,se não estiver equivocado. ABS!

      Responder
    2. Nando

      Estranho é vc só aparecer e postar 300 mil coments qnd o espanhol está vencendo…qnd ele perdeu o título no AO, qnd ele perdeu do Querrey, qnd ele foi eliminado em IW e Miami, vc e mtos outros “antis” sumiram…exceto o LF, q apesar de gostar de xingar os outros, pelo menos não se omite.
      Será q vc estará aqui qnd o espanhol voltar a perder? ( pode ser q aconteça hein)
      No mais, pode zuar q faz parte, só não fale besteiras…

      Responder
  38. Alice

    Eu tento entender esse povo. Quando o Nadal não está bem, sempre é: ah, Nadal já era…nunca mais vai ganhar nada…
    Agora que ele voltou a jogar bem, é: nossa desse jeito ele vai ganhar tudo, é o favorito, vai ser fácil, ele já ganhou!

    (¬¬) – Quero ver se o Thiem vencer amanhã, nossa senhora… será uma chuva de comentários “oportunistas”, farão festa em prol da derrota do Rafa do que a vitória do austríaco. Que os deuses do tênis não permitam essa “calamidade” aqui no blog amanhã!

    Rafa é favorito em Roma e RG?

    Favorito ele pode até ser, agora se ele vai ganhar é outra coisa, e discordo que Roma não definirá muita coisa pra RG, pra mim vai definir sim… até porque está mais próximo e é o piso mais parecido com o de Paris. :)

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Na boa, Alice . Desde 2004 , com Back de uma mão no Saibro , somente o Suíço em Hamburgo e Madri. Se não pegar os golpes do Espanhol na subida , um abraço . Thiem lá trás, pode vencer qualquer um. A meu ver, jamais o Espanhol jogando nesse altíssimo nível . ABS!

      Responder
  39. Emerson FV

    Dalcim, apenas uma coisa atrapalha seu trabalho fantástico: os servidores do UOL estão muito ruins e inúmeras vezes durante o dia recebemos erros quando tentamos acessar o TenisBrasil… Uma vergonha para um site desse porte não oferecer a estabilidade necessária para um trabalho sério como o seu e, acredito, que de outras empresas também.
    Tirando isso, sempre recebemos um trabalho primoroso!

    Responder
  40. Emerson FV

    Dalcim, acredito que além do saque irregular, foi marcante a diferença dos backhands. Foi totalmente inverso aos últimos encontros, e o Nadal conseguiu disparar de e para todos os cantos da quadra, enquanto que o Djokovic estava bem inseguro e sem aquela angulação e potencia que nos acostumamos a ver e admirar tanto. E o Nadal não deu vacilo com seu saque, angulando muito bem também.
    Por enquanto, parece barbada o 10º RG… Teoricamente somente Djokovic e Stan teriam condições de bater de frente com Nadal, mas quem sabe o Thiem ou mesmo o Federer não se levantam muito inspirados pra isso?

    Responder
  41. Alice

    Incrível como o tênis “da voltas”, antes Nadal dominava completamente Federer e Djokovic. Teve uma queda de rendimento e então Djokovic passou a surra-lo​, não tenho dúvidas de que (como outros comentaram) Nole conseguiu entrar na cabeça do touro, 7 vezes seguidas, duas vezes… é muita coisa. Mas agora que o sérvio está em baixa e já tivemos o ‘embate da realidade dos fatos” eu quero mais é que eles se enfrentem novamente em Roma, até porque eu acho (pelo que notei e senti durante o jogo de hoje) que Rafa não “exorcisou” todo o fantasma das derrotas anteriores. Enquanto ao Federer, aquela final no AO definiu muita coisa, já que os dois estavam jogando muito, com a vitória o suíço sentiu que com seu “novo jogo” poderia ganhar tranquilamente do espanhol na quadra rápida, tanto que não precisou muita coisa pra levar de novo a vitória pra casa em I.W e Miami. Vou aguardar um encontro dos dois em RG, porque assim Rafa estará no seu piso e poderá dominar Roger outra vez…Eu só quero que o jogador mais bem “ranqueado” até o momento, saiba que pode não só vencer e dominar todos os outros jogadores, como também é capaz de fazer novamente contra seus dois maiores adversários!

    #VamosRafa ;)

    Responder
  42. Robson

    Novak está com problemas sérios no saque,tanto Primeiro como segundo, é incrível a quantidade de quebras que Novak vem sofrendo contra todo mundo a vários meses,eu tô falando de quebras,pq os Breaks contra que Novak vem enfrentando assusta.Está raríssimo o servio conseguir fechar um game tranquilo,se Novak não der um jeito de melhorar,mas melhorar muiiittoooo esses dois serviços dele, continuará perdendo como vem perdendo desde Wimbledon do ano passado.
    O pior pra seus fãs,e pra ele próprio tb óbvio, é a falta de gana,falta de vontade,de raça,o cara tá parecendo um palerma,um morto dentro de quadra, não reage a nada,parei de torcer pro Federer justamente por isso,agora vejo o mesmo em Novak,que droga sô.

    Responder
  43. Ricardo B. de Carvalho

    gostei “da capacidade de absorver a frustaçao”. mas trocando de assunto , o tubo da fita da final feminina não está passando.

    Responder
  44. Alice

    Pieter deve ter saltado de alegria com os resultados dos nossos tenistas…hehehe
    Uma lástima mesmo Bellucci e Thiago terem que se enfrentarem por uma vaga, por mais que Thomaz seja superior tecnicamente​ e tenha maiores chances de ir longe, eu prefiro que o Monteiro ganhe pra que ele tenha a chance de conseguir ir mais longe no “mental” do que o Bellucci consegue… rsrs

    Responder
  45. Alice

    É Halep conseguiu defende seu título em Roma! Olha ela aí gente…Ela sim tem capacidade de se manter “regular” durante uma temporada inteira que nem a Kerber conseguiu, queria ver ela no topo, mas no momento estou na torcida para Karolina Pliskova! :)

    Responder
  46. Eduardo

    Dalcim, mais uma vez você captura com mestria as entrelinhas do jogo….impressionante… Somente discordo parcialmente de você quando diz que Djokovic tentou de tudo. Minha impressão foi de que ele não estava com a mesma “pegada” do Nadal, que estava com a “faca nos dentes”. Achei a postura do Djokovic sobremaneira passiva, como se tanto fizesse ganhar ou perder (no 2 set melhorou um pouco, mas estava longe da vontade de vencer demonstrada pelo Nadal). Inclusive me parece ser essa a grande diferença do tenista quase imbatível de anos anteriores em relação ao Djokovic desse ano. Se ele não recuperar esse desejo que tinha de ganhar, creio que, muito infelizmente, passará a ser somente mais um no circuito…

    Responder
  47. Tadeu

    Mestre, boa noite!

    Jogo irreparável de Nadal. Preciso, intenso do início ao fim. Vitória por méritos. Já Djokovic, ainda que tenha buscado soluções, sempre esteve errático. Fosse no saque, backhand, forehand , nas subidas à rede. O primeiro set foi um passeio, do espanhol e dos erros não forçados do sérvio, que não conseguiu sequer voltar ao jogo ao devolver a quebra no segundo set. O mais próximo do que já foi surgiu no último game, mas já era tarde.

    Só um adendo: achei que em algumas idas à rede o sérvio foi displicente, telegrafou o golpe… Teve a mesma impressão?

    Acha que faltando duas semanas, Roma pode mudar o panorama para Roland Garros? Até lá, Djokovic deve mesmo seguir com o irmão, não?

    Grande abraço!!!

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Péssimas subidas à rede na maior parte do tempo. Me deu a impressão de um certo desespero tático. Não, como eu disse no texto só vejo chance de Djokovic ganhar força se for muito bem em Roma e ainda por cima ganhar do Nadal na semi.

      Responder
  48. Isaias

    A pergunta dos velhos tempos esta de volta Dalcim. O que fazer para vencer Nadal no saibro quando ele está nesse Nível?? ja vimos no passado que Nole era o unico a ameaçar, e mesmo quando Nole fazia o que devia fazer para vencer Rafa no saibro as vezes não conseguia mesmo assim, imagina agora que estão em momentos diferentes, so lembrar a semi de Roland Garros de 2013 ou senão me engano a semi de Madrid em 2009 quando Nole jogou muito bem mais a vitoria escapou mesmo assim. Vejo Nadal disparado sobre os concorrentes em Roland garros, só mesmo Nole ou um inspirado Stan para fazer algo já que Murray não é nem a sombra do espetacular tenista do ano passado que era capaz de se adaptar a todas as superficies e a todos os tipos de adversarios, Murray cabeçudo, talento nato mais muito cabeçudo kkkkk. abraço Dalcim

    Responder
  49. Rodrigo S. Cruz

    Dalcim,

    Quantos pontos são ganhos sendo finalista ou campeão desse Future com a participação do Orlando Luz e do ITF da Bia?

    Responder
  50. RUBEM

    No saibro Rafael Nadal é quase impossível de ganhar! Este ano está surpreendendo: Federer e Rafa voltaram aos melhores momentos. Entretanto, os demais Top Ten não vem correspondendo , principalmente Murray (virou Escocês? ) e Djoko – que parece ter perdido o rumo- não fazem justiça aos N1 e 2. Neste Máster1000, teve boas surpresas: Coric, Zverev, Cuevas, Thiem chegando mais longe que o esperado.
    Será ótimo para o Tênis que Thiem vença amanhã – mas é uma ilusão passageira.

    Responder
  51. Rafael

    Enfim concordo 100% com seu post. Enxerguei da mesma forma.
    Dalcim, qual sua opinião a respeito da de mudanças ou cortes feitos pelo sérvio?? Eu acredito que o sérvio deva estar muito confuso. Pois se a filosofia do tal Pepe e paz e amor, por que será que Djoko aparenta tanta nervura e impaciência?? Me parece até desincantado…

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Como já opinei antes, Rafael, pode ter sido uma atitude de desespero ou uma atitude de positivismo. Só o tempo dirá. De qualquer forma, achei arriscado demais se separar do time bem no início da temporada de saibro.

      Responder
  52. Luis

    Dalcim que volte o Deus suíço do tenis So’ ele Logico kkkkkkkkkkk,Mas não da negar o grande ano do Nadal junto com Federer,difícil de ser batido no saibro quando ta confiante pode chegar em mais uma final em Paris ,Aguenta a Alice e Luiz Fernando rs,Dalcim o numero 3 do ranking ta aberto ate Paris e ate o numero 2 do Djokovic? Murray se garante ate Wimbledon rs

    Responder
  53. Pedro

    Dalcin.
    Parabéns pelo blog.
    Realmente o atleta Nadal merece todos elogios, eu como seu torcedor nao imaginária que teria o prazer de vê-lo disputar tantas finais, após contusões e incertezas em sua carreira.
    De fato não acho ele no nível técnico do Federer e de outros grandes do tenis, porém como competidor é inegável sua grandeza.
    Por isso na história do tenis estará seu nome como um dos maiores.
    Parabéns Rafa Nadal.

    Responder
  54. Marcelo Calmon

    Dalcim,

    Acho que ainda tem chance de termos Bellucci e Monteiro na chave, pois haverá um lucky loser ou um special exempt.
    Se for por sorteio a definição do LL, os dois tem chances , se for pelo ranking, só o Bellucci entraria, pois ele é o cabeça 3. É só torcer pelos cabeças 1 e 2.
    Qual o critério afinal ?
    A Bia tem boas chances de ser campeã, pois vai pegar na final uma tenista que, como ela, nem é cabeça de chave !!
    Com os pontos de campeã, ela entra no TOP 100 e se se mantiver nele por mais um mês garante vaga direto em Wimbledon.
    E em Rolanga, mesmo se for vice deve ser uma das principais cabeças de chave do quali.

    Quanto à Madri, não vi o jogo do Thiem e a vitória do Nadal veio muito mais em função do baixo desempenho do Djoko, que apesar desse desempenho quase devolveu a quebra no 4/5, Nadal sacou na linha e salvou o bp.
    Aliás, sem o Federer e com a má fase do Djoko e do Murray o circuito tá bem devagar. Ainda mais no saibro, onde o Nadal, mesmo sem ser o mesmo de outrora, sobra em relação aos demais.
    abs

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Não há mais special, a chave já foi sorteada. Um possível LL é com o Kyrgios. Se der, a regra é a ordem do ranking entre os que perderam na última rodada.

      Responder
      1. Marcelo Calmon

        Dalcim,

        Já tinha visto a chave, mas estava Quali/LL/special. Agora atualizaram e realmente não tem mais special.
        Mas tem 8 vagas quali/LL, então 1 LL já vai ter com certeza, pois só tem 7 finalistas do quali.
        Se o Kyrgios desistir teremos 2 LL.
        Então é melhor que o Monteiro ganhe. Aliás quando o jogo do Bellucci e Monteiro começar, os jogos dos cabeças 1 e 2 já devem ter terminado.
        Se os 2 ganharem (Struff e Manarino) o Bellucci poderia contribuir perdendo kkkk. Se pouparia e classificaria os 2 brasileiros.
        Aliás, um tempo atrás acho que houve uma reclamação quanto a isso. O cabeça 1 não teria se esforçado na rodada final do quali, pois sabia que entraria como LL.
        O Struff poderia fazer isso amanhã se quisesse, ou melhor hoje. Sei que seria polêmico, anti-ético,m as tem uma certa lógica, para que me desgastar se já estou classificado. Seria jogar energia fora. Vai que é por isso que em alguns torneios os LL são decididos por sorteio. Para evitar essas armações. Ou nenhum torneio adota mais o sorteio ?
        abs

        Responder
        1. José Nilton Dalcim

          Não, o regulamento não é tão simples assim, Calmon. Quando aparecem LL antes de o quali terminar, os dois jogadores de maior ranking concorrem a um sorteio para ver quem fica com o LL, justamente para não abrir brecha a armações de resultados.

          Responder
      2. Luciano

        É uma regra complicada.
        O Baghdatis já abandonou a chave por problemas pessoais e dos cabeças 1 ao 6 todos já se classificaram exceto o Thomás que ainda está jogando com o Monteiro. Logo se ele entregar o jogo os dois irão pra chave principal.

        Responder
  55. Mad King

    A final de amanhã será unilateral se os dois atletas mantiverem seus respectivos níveis no torneio. Traduzindo: Nadal irá atropelar. A única forma de isso não ocorrer será se Nadal jogar como no 1º jogo do torneio e Thiem mostrar um nível até então não visto. Vai ser barbada, na minha opinião. Em que pese o fato da nova geração começar a beliscar locais mais altos nos torneios, não terá vida fácil enquanto os clássicos estiverem na ativa.

    Já o de hoje, realmente, Novak continua numa fase deplorável e nem a queda do espanhol do 2º foi suficiente para que ele capitalizasse. Espero que ele melhore!

    Dalcim, duas perguntas:

    a) Que você lembre, quais jogadores passaram por situação semelhante no circuito à de Novak, no qual ele papou quase tudo por vários anos (e foi número 1 etc), mas que depois da queda nunca mais venceram torneios grandes até se aposentar!?

    b) Nos Slams, os jogadores costumam descansar um dia inteiro, a não ser em casos excepcionais. Já nos Masters, eles mal dormem, rsrs. O fato do Thiem ter 6/7 horas a menos de descanso, levando em conta o fato de que os jogos são diários, afeta em até que ponto uma performance!?

    Abraço. :)

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Não me lembro de nenhum caso assim, Marcelo. Quanto ao desgaste, varia demais de jogador para jogador. Mas não vejo problema de desgaste no Thiem, jogou tranquilamente a semi.

      Responder
  56. Rubens Leme

    Dalcim, no ritmo que vão Murray e Djoko, Nadal ou Federer podem ser número 1 com 8500 ou 9 mil pontos, fácil. O escocês cai para pouco mais de 10200 e Djoko fica na casa dos 7.500 e Nadal passa dos 5200.

    Assim, se vencer Roma, a luta pelo o número 2 já é uma realidade em RG e como Murray defende 2200 pontos nos dois torneios, talvez possa até entrar na dança, dependendo do tamanho da lambança.

    Aliás, eu acho que os fantasminhas que tanto o incomodavam, no passado, e com quem brigava sem parar nas quadras, devem ter deixado o castelo McMurray e voltaram, firmes, fortes, porque o que o homem está berrando e gesticulando sozinho é uma grandeza.

    Eles e o tal Pepe estão deixando o ano bem mais divertido, que aliás, pintava como bem modorrento.

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>