Como Nadal voltou a vencer Djokovic
Por José Nilton Dalcim
13 de maio de 2017 às 11:29

Estatística final mostra que Nadal fez mais winners que Djokovic: 20 a 18 e, mesmo forçando, fez bem menos erros: 17 a 24.

Segundo set
6-4 – Game emocionante para fechar a partida. Djokovic salvou três match-points, teve uma chance de quebrar para voltar, mas Nadal jogou com grande coragem e deu curtinha incrível. Aí fechou a partida de 1h38. Foi sua primeira vitória em sets diretos sobre Nole desde a final de Roma de 2012.
5-4 –
Sem saber muito o que fazer, Djokovic volta a tentar ir à rede. Mas só consegue ganhar o game quando trabalha com o primeiro saque e consegue atacar logo em seguida.
5-3 –
Game tranquilo para Nadal, que sacou muito bem e não permitiu qualquer aventura ao sérvio. Parece muito pouco provável uma virada agora.
4-3 –
Djoko apelou até para saque-voleio para tentar surpreender e desestabilizar Nadal. Conseguiu ao menos ganhar o game e se manter vivo.
4-2 –
Nadal perdeu um pouquinho da intensidade e Djokovic parece ter achado a devolução, mas não foi o bastante.
3-2 –
Pois é, e Djokovic não sustentou o bom momento. Nadal teve o mérito de seus notáveis contraataques, mas achei que Nole escolheu duas ou três vezes a jogada errada. Ao menos o jogo ganhou emoção.
2-2 –
Nadal deu o primeiro 0-30 para Djokovic. Ainda se salvou com longas trocas, mas viu Nole atacar seu segundo serviço e enfim soltar o backhand cruzado que tanto é essencial. Consegue a quebra, mas precisa confirmar o saque para dizer que reagiu mesmo.
2-1 –
Djokovic enfim faz um game como se esperava dele. Sacou bem, fez dois aces e pôde acelerar já na segunda bola. Mas vai ser duro tirar a confiança de Rafa agora.
2-0 –
Um game um pouco mais duro para Nadal, mas o espanhol conseguiu grande ponto junto à rede na hora do aperto e esperou os erros do adversário.
1-0 –
Djokovic não consegue entrar em jogo. Voltou a forçar os golpes de base, mas a bola teima em sair. Esse game inicial era de capital importância para o sérvio.
Primeiro set
6-2 –
Primeiro set beirou um massacre. Nadal fez o que quis e foi excepcionalmente bem com o saque e com as paralelas, sufocando Djoko. Venceu seu primeiro set sobre o adversário desde junho de 2014. Fechou set com 12 winners contra 5!
5-2 –
Djokovic não trabalha com o primeiro saque e se vê quase sempre na defensiva, algo fora dos seus padrões. Salvou um set-point e enfim acertou os primeiros winners do jogo se antecipando mais à bola. Nadal vai tentar ganhar primeiro set em sete partidas.
5-1 –
Com dois erros de Nadal por falta de sorte, Djoko poderia ter aproveitado para uma pequena reação, mas sua bola está pouco profunda e Nadal continua apostando nas paralelas com brilhantismo.
4-1 –
Cheio de confiança, Nadal dispara forehands precisos na paralela, exatamente como se previa que teria de fazer. Djokovic enfim faz seu primeiro game, mas foi suado e com alguma sorte. Já cometeu cinco erros não forçados de backhand, que é um elemento essencial contra Rafa.
4-0 –
Nadal continua dando as cartas. Bola está bem profunda e Djokovic tem de se mexer o tempo inteiro, muitas vezes sem o equilíbrio ideal para golpear.
3-0
– Depois de manter o serviço, Nadal novamente se mostra muito mais regular no fundo de quadra e vê Djokovic falhar quando tentou ir mais para as linhas. Começo inesperado.
1-0 – Nadal começa quebrando Nole até com alguma facilidade. Saque do sérvio não funcionou.


Comentários
  1. Pedro

    Como previsto antes, Thiem mostrou que tem qualidade e está em uma final de masters 1000. Se vai ganhar do Nadal é outra estória. Outra situação a comentar foi o jogo da Halep. Ela estava com 2×0 no segundo set e a Mladenovic começou com uma estória de mancar, chorar, dor nas costas. Eu até achava a francesa (sérvia) uma boa pessoa, mas depois dessa de hoje, achei malandragem. A Halep saiu do jogo e teve que ir pro terceiro, e o mais impressionante é que as costas e etc… da Mladenovic ficaram instantaneamente boas após o 2×0, incrível. Nem remédio, nem spray, nem nada faria uma pessoa mudar assim tão rápido de condição física. Dalcim, qual a sua aposta no feminino para Roland Garros?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Olha, no momento não vejo uma favorita clara. Halep até poderia ser uma forte candidata, mas ela é bem instável. Sharapova não pode ser descartada.

      Responder
  2. Rafael Wuthrich

    Dalcim, Thiem acaba de vencer o primeiro set sem.muita dificuldade, tendo ultrapassado Wawrinka na corrida. Como ficará a corrida? Ele é o 3o, seguido por Goffin, Wawrinka, Dimitrov, Albert Ramos e Pablo Carreño? Federer nem precisou ir ao saibro…

    Responder
  3. Sônia

    Dalcim, Halep venceu mas não convenceu. Terá que melhorar muito já que ela deseja tanto o troféu de RG. Mudando de assunto, fica a sugestão para voce comentar esses jogos finais do feminino, assim como faz no masculino (gosto muito). Beijos.

    Responder
  4. Rafael Wuthrich

    Assistindo Thiem eu noto que ele é o tenista certo na hora errada. Ele tem altos predicados para se tornar um top 4 em muito breve, tem sido o 3o melhor tenista da temporada, mas joga numa era de monstros. Se Federer e Nadal não estivessem tão bem, dava até pra.sonhar com Grand Slam. O austríaco é muito bom.

    Responder
  5. Aurélio Passos

    Parece ser simples, se levarmos em conta o que Boris Becker disse. Todo o processo para ficar no topo envolve várias coisas, mas digamos que fosse apenas horas de treino (como exemplo). O Nole venceu RG 2016 e disse: ” Eu treino X horas. A partir de agora vou treinar 80% de X.”. Simples assim. Aí, naturalmente seu staff de longa data não iria compartilhar com isso, e por isso demitiu todo mundo e ficou com um cara que não vai encher o saco (tipo o Guga quando ficou com o Hernan Gumy para não ter de aturar mais o “chato” do Larri).

    Os motivos para “chutar o bslde” na dedicação podem ter sido vários:
    . Saber o esforço que fez para transformar-se numa máquina para gsnhar da máquina definitiva (Nadal);
    . Diferentemente de Steffi Graf e da Mirka, a esposa de Nole não é tenista, e pode ter havido pressões do tipo: “Você já ganhou tudo, pra que continuar no mesmo ritmo, venha dar atenção pro seu filho e pra mim….”. Coisas do tipo.
    . A confusão mental inerente ao paradoxo de “paz e amor” num esporte que você tem que “pisar no pescoço” do oponente mesmo se ele estiver se arrastando do outro lado.
    . Problema de depressão do irmão. Mesmo não sendo culpa dele, pode ter ficado com sentimento de culpa, tipo “Eu sou esse sucesso todo e ele não.”

    Responder
    1. Alice

      Boas análises a da esposa e do irmão… É difícil saber o que significa, o que a pessoa sente e passa por aquilo, quando não se está no mesmo lugar…

      Responder
  6. Rodrigo S. Cruz

    Que fase do Novak Djokovic.

    Terminar um jogo com menos “winners” do que um dos mais PARCOS fazedores de “winners” do Top 10…

    Responder
  7. Marcelo

    Tênis é momento mesmo hehe!
    Confesso que sou fã do Nadal. Claro que ele não tem o estilo clássico do Federer que também é um monstro. Leio vários comentários sobre o Nadal aqui dele estar dopado. Mas convenhamos ehhe, porque não pegam ele no dopping. Pegaram a Sharapova, que é super campeã, rainha de comerciais patrocínios, bonita, e ícone do tênis para muitos. Será que temos que acreditar nisso de verdade sobre o Nadal heeh?
    Falam de seu jogo truncado, pouca criatividade, força, etc. Mas convenhamos heheh. O cara já ganhou duas vezes Wimbledon, duas vezes US, e o Australian, e outra onde o nível dos 3 tops eram equiparados. Como explicar? Algo a se refletir né mesmo ou falo besteira heeh?
    Joguei tênis durante 4 anos e parei por causa do meu cotovelo. Curto demais esse esporte, porque a todo momento envolve, percepção, estratégia, foco, determinação, confiança, coragem, inteligência. Perdi vários jogos para jogadores inferiores a mim e ganhei vários outros de caras melhores que eu. Adrenalina absurda quando jogava. Quando jogava fazia uma relação direta com minha vida e colocava muito em prática grande parte das coisas que fazia no meu dia a dia. Traz valores e muitos valores!
    Torço muito pra Nadal porque vejo nele muitos valores que considero na minha vida. O cara é guerreiro, tem sangue nos olhos , corajoso e sim, na minha opinião um grande jogador de tênis, caso contrário não teria ganhado tanto.
    Gosto do Djoko, apesar dele ser muito arrogante e prepotente em muitos atitudes. Gosto e admiro muito o Federer, por ser o tênis para ele algo tão fácil, vistoso, elegante, e muito, mas muito mesmo vocacionado. Ele é F……… da também!
    Como é bom ver um tênis bem jogado e por mais difícil que seja as vezes hehe, reconhecer que o outro jogou muito melhor e venceu por seus méritos.
    Tomara que os recordes e a história continue para meu ídolo. Que seja CAMPEÃO por que está melhor e merece!
    Vamossss RAFA!!
    Dalcim sou seu fã e curto demais suas análises. Ansioso sempre por vê-los! PARABÉNS.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Obrigado, Marcelo. E o Nadal está jogando um tênis gostoso de se ver, mesclando muito bem ataque e defesa, usando incrível habilidade quando exigido em voleios, curtinhas e lobs.

      Responder
      1. Marcelo

        Obrigado você parceiro eheh por tudo que faz pelo tênis! E por falar em curtinha, mencionado por você, o que foi aquela curtinha para tirar o break no último game! Caramba, muita coragem, sentimento do jogo e olha que ele disse em entrevista que estava nervoso nesse game eheh. Genial!!

        Responder
    2. Alexandre Adorno da Cunha

      Grande comentário Marcelo, muito lúcido e esclarecedor, também torço pro Rafa pelos mesmos motivos e também gosto do Nole e Federer, quem crucifica estes 3, principalmente o Nadal, só esta falando bobagem!

      Responder
    3. Alice

      “Adrenalina absurda quando jogava.”

      Entendo muito esse sentimento, partilhei histórias também em que meu time era superior tanto no técnico e físico, porém o mental é o que mais conta nessas horas, querendo ou não, as derrotas sempre veem.

      Responder
  8. Aurélio Passos

    Que coisa nefasta…. o incansável Destruidor do Tênis aproveita-se de um N.1 paraguaio perdido, do sérvio nas mãos de um guru picareta, do Mestre em período sabático radical, e da Nect Gen que já está abrindo caminho para a Next-Next Gen, porque os que estão aí… cruzes…. Tomam aula do Cuevas (Zverev), perdem em 1 rodada (Pouiile), entregam jogos (Kyrgios e Tomic), jogam mil torneios pela grana (Thiem), comem hamburguer a rodo (Sock, jogam de óculos ()Hyeon Chung)., se acham mais do que são (Coric, Kokkinakis, Taylor Fritz). AInda bem que não vi o jogo, para não ter de testemunhar mais uma comemoração de vitória com cara de ódio ao invés de alegria.

    Resta torcer para o Melo para ter-se algo.positivo desse torneio.

    Responder
    1. Eduardo

      Calma senão você terá um treco. Fique tranquilo que RF voltará logo , ganhará Halle jogando meia hora por jogo e também Wimbledon, torneio num piso que é sinônimo da Brasil, muito tradicional e exaltado pelos nobres torcedores do Brasil.

      Responder
  9. Rafael Wuthrich

    Assisti a 80% do jogo. A impressão que eu tive foi aquela que sempre aparece quando rivais de nível semelhante quando rivais se enfrentam em momentos totalmente opostos, sendo um em excelente momento e outro em uma draga desgraçada: massacre.

    Sinceramente, ficou barato para Djokovic. Deveria ter levado um pneu no 1o set que, a rigor só não ocorreu porque Nadal cometeu dois erros bobos no 5o game quando estava 15×30.

    No segundo set, após estar definitivamente no buraco, um pouco mais concentrado, conseguiu até quebrar Nadal, mas depois cometeu toda a sorte de erros para entregar o game em seguida mais uma vez. Até salvou MPs como de costume, mas a fase anda triste pra ele.

    Sinceramente, ver Pepe Imaz como “head coach” e seu irmão Marko só demonstra que Nole regrediu a níveis pré-2011. Oscila, grita, falha nos momentos importantes, escolhe mal os golpes. A partida foi o retrato de Djokovic na temporada: péssimas atuações entremeadas com brilharecos. Do jeito que está não vejo o sérvio sequer indo ao Finals.

    Já Nadal se iguala a Federer como o tenista do ano. Deve ganhar não apenas Madrid, mas Roma e provavelmente Roland Garros. Não tem nenhum tenista jogando melhor que ele na terra batida e, lotado de confiança, deve ganhar tudo sem muita dificuldade. É preciso dizer que, ao contrário de MC e Barcelona, está jogando bem, se movimentando razoavelmente, sacando bem e devolvendo com profundidade o backhand. Está sobrando, principalmente em um momento em que sua principal ameaça abdica de jogar no saibro e os demais adversários estão terríveis.

    Enquanto Murray faz temporada tenebrosa, Wawrinka uma preguiçosa nos eventos menores e Djokovic está totalmente perdido, Nadal não tem adversários. Federer poderia ser uma ameaça, mas abdicou do saibro e mesmo se jogasse o espanhol seria o favorito. E Thiem, Kyrgios e Zverev ainda não são 100% experientes noa grandes momentos, estando 2 passos atrás. Como Raonic, Cilic, Nishikori e Berdych não inspiram qualquer confiança, é razoável pensar que o espanhol será no mínimo #2 ao fim da temporada. Merecido.

    Responder
    1. Alice

      Pensar no #2 para Rafa no final de temporada ainda é cedo, pois ele não costuma somar muitos pontos no segundo semestre. Eu aposto em #3 até o presente momento…rsrs

      Responder
  10. Gilvan

    O voleio do Djokovic hoje estava uma vergonha. Toda tentativa de voleio curto terminava em bola flutuando no meio da quadra.
    Nadal jogou muito bem, sem grandes riscos.

    Responder
  11. Rodrigo S. Cruz

    ARGH!

    Que joguinho LIXO, esse de hoje.

    De um lado o rei da laje, voltando a ser o SIRI encardido de outros tempos.

    De outro, O BICHANO-ALPHA, arregando e miando para ele. Kkkkkk

    Quase que ele toma um pneu no primeiro set…

    Responder
  12. O LÓGICO

    As Nadalzetes e NADALices, titia, kkkkk, não têm outra alternativa senão se aproveitarem do momento do robozinho de peruca kkkkkk na LAJE kkkkkk
    Djokovic não é 50% do que era kkkkk e elas ainda ficam na ilusão de sempre.
    Passou a temporada da LAJE é fumo e mais fumo no tenista do tênis de latrina kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Comemorem L Fanático, eMC sonhador e Tia Alice vai-e-volta do país da quimeras kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Corre robozinho, corre, corre mesmo, mas não vai dar mais tempo de abiscoitar qualquer recorde importante DELE, o Rei do Tênis Mundial kkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
    1. Eduardo

      Para usar o seu termo, alguns ele já abiscoitou…h2h contra Deus, titulo olímpico de simples, Davis, Masters 1000, percentual de vitórias, títulos em duplas….acho que o espanhol não é tão desprezível assim.

      Responder
  13. Júlio César

    Dalcim,com essa vitória acachapante do ” touro miúda” diante do Djokovic. Fica ainda maior o favoritismo do espanhol em RG?

    Responder
  14. Mário Fagundes

    Li em algum lugar que Djokivi afirmou em entrevista que o tal de Pepe não é seu guru. Então, o que esse cara faz? Durante a transmissão, descobriram que ele tem uma academia onde prega “PAZ e AMOR”. Quanta frescura! E do outro lado da rede, um Nadal com a faca-nos-dentes. Se Djokovic acredita que vai chegar a algum lugar com isso, que assim se mantenha até o fim da temporada, pois com esse tênis não vai atrapalhar em nada os planos de Nadal e Federer.

    Responder
  15. Bruno Macedo

    sinceramento, não consigo entender pq algumas pessoas vivem dizendo que o Nadal faz uso de medicamentos proibidos. Ele não faz teste como os outros atletas?

    Parabéns para o Nadal, pq ele tá arrebentando, assim como Federer fez na primeira parte do ano.

    E eu tenho certeza que mais cedo ou mais tarde o Djokovic vai voltar como tudo. Ele tb é um jogador sensacional q tá em uma fase complicada. Federer e Nadal tb passaram por isso, mesmo assim foram capazes de voltar. Djokovic tb voltará!

    Espero que Federer jogue em RG. Seja para q ele supere o Nadal ou para que o Nadal prove para o mundo que ainda é o rei do saibro.

    Minha torcida será sempre para o melhor de todos os tempos: Roger Federer!!!

    Responder
    1. Aurélio Passos

      Testes na ATP/ITF são ridículos E o problema não é pwgar remédios crisyalinos (tipo o Meldonium da Sharapova) O ptoblema é pegar doping com coisas que o corpo ja produz (tipo testosterona, HGH, insulina, etc). E o Destruidor JÁ USOU substáncia proibida, só que autorizado (TUE)..

      Responder
  16. Josenir

    Dalcim, o Cuevas vai levar pela semifinal 360 pontos e 257,555 €. O Bellucci teve o jogo na mão, acha que ele chegaria onde o Cuevas chegou se tivesse vencido?
    Ps: Neste nível Tênis é bem lucrativo.

    Responder
  17. Foguetinha

    Amei ver o Sérvio sendo derrotado e não tendo a oportunidade de destilar aquele seu ar de arrogante em quadra. Muito bom ver Nadal e Federer liderando a temporada, particularmente depois de algumas temporadas ruins. Que aliás,estes nunca alegaram em suas entrevistas, mesmo nos piores momentos da carreira, que o tênis havia deixado de ser prioridade como o fez Murray e o sérvio. Falta de respeito com o esporte e com os fãs.
    Deus me livre esses imaturos liderando!!

    Responder
  18. Luiz Fernando

    Incrivel como Rafa sentiu ao sacar p fechar o jg, claramente segurou o braço em alguns momentos. Não tenho duvidas q essa vitoria de hj foi mais significativa p ele do q o titulo de MC, pois ela exorcizou o sentimento de inferioridade frente ao principal adversário, algo q era como um sino tocando continuamente na cabeça do cara. Com essa vitoria e o momento atual de Nadal, a chance de vencer todos os torneios de saibro, algo inimaginável ha 5 meses, apresenta-se como possível. Não ha como também não citar a queda exponencial do nível de jogo do Djoko, que parecia preso e sem forcas em alguns momentos da partida. Também tornou-se q ele estava sozinho na quadra, pois quando olhava p seu box, via apenas o guru e o irmão, este ultimo um jogador pra la de medíocre, ou seja, respaldo quase zero. Será q não foi o tio Toni q empurrou o guru p o staff do servio? Conhecendo os bobos do blog, sempre adeptos das teorias de conspiração mais absurdas, não me surpreenderei se ler isso aqui.

    Responder
  19. Carlos Fernando

    Na minha opinião, o Nadal se aproximou muito do nível dos “velhos” tempos. Mesmo quando pressionado, especialmente na direita, conseguiu manter as bolas profundas, forçando os erros de Nole. Além disso, o melhor momento do espanhol fez (finalmente!) diferença nos chamados “big points”, que, até a partida de hoje, estavam sendo sempre vencidos pelo sérvio. Belo jogo! Muito bom ver o espanhol em ótima forma.

    Responder
  20. Márcio Souza

    Não teve existe nada melhor no tênis do que ver a cara de cachorro que cai da mudança do Cotonete quando ele perde um jogo…eu racho de rir mesmo kkkkkkk

    É galera o Touro esta de volta mesmo e vem com tudo pra ganhar mais um Masters 1000 e entrar mais favorito do que nunca em Roma e em RG…muita gente duvidava (e eu me incluo nessa) de que não veriamos mais o Siri Careca dominante novamente no saibro (devido um desempenho bem abaixo do que ele pode apresentar nos anos 2015 e 2016) e olha ele ai de novo passando o trator nos adversários.

    Juro que queria ver um duelo dele com o Federer nesse momento em que os dois estão bem e ai poderíamos ter um parâmetro de verdade se no saibro o GOAT também possa vence lo…eu acredito que sim.

    Nadal esse ano perdeu 3 vezes pro Federer e 1 pro Sam Querrey, mas não vejo o americano como uma força capaz de derrota lo novamente ainda mais no saibro, agora Federer sim tem chance se continuar a mostrar o nivel de jogo que vem apresentando.

    Não sei se esse duelo pode acontecer em RG mas eu queria de verdade que ocorresse para tirarmos esse tira teima.

    Enquanto isso dificilmente vejo o Nadal perdendo esse título e muito provavelmente também Roma.

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      O Querrey ganhar do Nadal no saibro?

      Kkkkk

      Seria mais fácil, o Sérgio Ribeiro rasgar seus posters com a cara anêmica do Murray…

      (rs).

      Responder
  21. Mario Cesar Rodrigues

    Bem Nadal fez o que mencionei vcs não percebem ele jogava muita bola no meio e forte e não dava ângulo para Nole,sem contar aliáz Dalcim vc contou o que mencionei quantos pontos Rafa ganhou com o saque na esquerda do Nole,e paralela foi no Backhand e Forehand..sacou firme seco.enfim Rafa pos Nole no seu devido lugar.Bem respeito a todos mas que tem muita gente aqui que não manja de tênis tem aos montes!Eu tento aprender.. mas com vcs bem pouco.O Dalcim sem puxar o saco gritou ai que Nole ganharia em 3 sets ok mas ele tem base para isto o resto é só inveja!

    Responder
    1. Efra Jovem

      Até eu que não sou um profundo entendedor de tênis havia percebido isso. Nadal ficava de modo insistente mandando bolas no meio pra Novak, que por sua vez devolvia angulada e matava o ponto.

      Responder
  22. Rafael

    Muito bom jogo. Nadal jogando muito. Djoko abaixo. De qualquer forma, as outras sete vitórias do sérvio sobre os espanhol, Nadal tb não estava nem de perto no seu melhor!
    Vida que segue, Nadal e Federer comandando a temporada!!! Quem diria que seria com tanto espaço esse comando?
    Acho que o Federer devia jogar Roma e aRG, são 3.000 pontos em questão, farão falta ao suíço só final da temporada…

    Responder
  23. Roberto Rocha

    Nadal venceu Djoko do mesmo modo que Djoko cansou de vencer Nadal: paralelas, mudança de direção da bola, atacar e retirar o oponente da zona de conforto, fazer o adversário correr muito e bater na bola desequilibrado. Junte-se a isso melhor condição física (ponto sempre polêmico…) e bolas muito profundas na maior parte do tempo. Seu revés tornou-se arma perigosa, pois dali ele muda a direção e velocidade do jogo, sem contar que agora ele usa esse golpe também na paralela, desequilibrando e surpreendendo muito mais…
    Hoje, o espanhol está uns 2 degraus acima do sérvio, que está tremendamente irregular e pareceu mostrar dificuldades de concentração e escolha de golpes. Resumindo, esse Nadal de hoje seria uns 80% do antigo Nadal e esse Novak seria uns 65% do antigo Novak.
    Caso vença esse torneio, sua confiança irá à estratosfera e permitirá treinar no que resta da temporada de saibro, jogando sem pressão por resultados e chegar voando em Rolanga…e aí…
    Duas outras coisas a consider seriam a maior agressividade no jogo e o saque, que está bem mais efetivo, permitindo dominar os pontos a partir da segunda ou terceira bola. Seriam já reflexos da participação de Moyá?

    Responder
  24. Robson

    Nadal tá jogando uma barbaridade,mas convenhamos que mais uma vez Novak não entrou em quadra,como aconteceu por várias vezes já desde Wimbledon de 2016, lamentável,mas obviamente Nadal não tem nada com isso e fez muito bem sua parte como havia feito com todos até aqui em Madri,tratorou.

    Responder
  25. Rubens Leme

    Pela primeira vez vi a cara do tal guru e incrível como ele preenche todos os requisitos da profissão: cabelo farto, grisalho, solto, com olhar zen de lavagem cerebral, blusa branca…

    Em determinado momento, pensei que iria fechar os olhos e fazer um grande OM para emanar energias positivas pro seu pupilo Uma piada.

    Não gosto do sérvio, mas acho abominável esse tipo de trambiqueiro. Não tem nada de diferente destes pastores pentecostais. Ou o sérvio o despacha logo, ou daqui a pouco disputará duplas, com o irmão, em challengers.

    Isso aí é um encosto. E dos caros.

    Responder
    1. Nando

      “Pela primeira vez vi a cara do tal guru e incrível como ele preenche todos os requisitos da profissão: cabelo farto, grisalho, solto, com olhar zen de lavagem cerebral, blusa branca…”

      Kkkkkkkkkkk mitou!

      Responder
    2. João ando

      E Rubens parece que esse tal guru e treinador de tenis e tem academia…fala dalcim e verdade pois se for algum valor esse pepe imaz tem….acho que o marko vai virar tb treinador do novak

      Responder
  26. Júlio César

    Calma Gente…As coisas estão voltando ao normal.Explico:Nadal chegando inteiro nas bolas,o BH apurado tanto na paralela quanto na cruzada,assim o Djoko não consegue nem montar na paralela nem a cruzada que tanto machucou Nadal nos últimos jogos.Portanto, torçam para o cotonete não chegar nem em Roma nem em RG, senão serão mais duas DERROTAS. ABRAÇO E FELIZ DIAS DAS MÃES A TODOS!!!

    Responder
  27. Frederico Schnack

    Obrigado Dalcim!!!!!!!!!!! Viu o cara que andava jogando o mais poderoso tênis no saibro………. td uma questão de lógica…!!!!!!!!!! rsrsrsrsrsrs

    Responder
  28. Pedro

    Boa propaganda para a Rafael Nadal Tennis Academy. Jogo no primeiro set totalmente a favor do espanhol e no segundo um pouco equilibrado, mas o Djokovic não estava conseguindo nem matar bola de meio de quadra, e foram muitas bolas, porque o Nadal era empurrado para o fundo e seus golpes ficavam no meio da quadra, e mesmo assim o adversário não concluía. Mais uma vez eu digo, melhor pro Djokovic ficar um tempo fora para se reencontrar, porque a cada derrota, sua confiança fica mais distante. Nadal jogou bem, mas Djokovic não jogou nem 70% do que jogava. Cada vez mais favorito para o 10º RG. E mais uma vez eu comento que Federer deveria pular Roland Garros, porque vai atrapalhar todo o treinamento para a grama, principalmente se ele for perder na segunda semana. Federer campeão em RG eu acho muito difícil, mas para Wimbledon é muito provável.

    Responder
    1. Alice

      Concordo que essas derrotas sofridas estão abalando de alguma forma o mental do sérvio, ele vaia acabar “aceitando” e ficando displicente que nem o Kyrgios. Devia mesmo tirar um tempo, pra poder voltar mais focado!

      Responder
  29. Alice

    Será que já pode servir as pingas pra os “antis” chorarem as pitangas aqui no blog? Kkkkkkkkkk

    Mas prefiro esperar amanhã, pra não restar dúvidas…. :P

    Responder
    1. Nando

      Se vc curte uma cachaça, fique à vontade pra beber…não empurre seus costumes pros outros kkkkkk

      18 (7-5-5-1)
      302 (237 seguidas)
      6
      91
      Esses são os números.

      Responder
    2. Alice

      Parem de brigar garotos! Tanto Federer quanto Rafa possuem pontos fortes e fracos, tem grandes números em alguns quesitos, como “fracos” em outros…rsrs

      Responder
  30. Luiz Fernando

    Conforme um dos amigos muito bem postou, alem dos títulos conquistados faltava uma vitoria marcante sobre Djoko ou Federer p exorcizar de vez os fantasmas de 2015-16. Hj isso aconteceu, Rafa jogou muito e dominou o servio, como ele vinha sendo dominado nos 7 jogos anteriores. Imagino o sentimento reinante naquela galerinha rançosa de sempre, agora q o cara voltou a jogar em alto nível, e com excelente preparo fisico. Grande chance de morder o trofeu amanha.

    Responder
  31. Alice

    Fiquei feliz com o resultado do jogo, mas não com o jogo em si. Pois Djokovic jogou bem abaixo e o Rafa se desconcentrou em vários momentos. Pergunto o que o Djoko fez de certo hoje? Só consigo ver o “smah”…rsrs

    Inacreditável, depois de quase 5 anos, Nadal consegue vencer de forma categórica o sérvio. Sinceramente, achei que o espanhol não jogou nem metade do que podia, ele fez erros que “jamais” faria com qualquer outro jogador, suas bolas de seguranças estação indo pra fora. Enquanto toda bola que o Djoko pegava ou ia lá na lua ou ia pra fora…

    Desculpa gente, mas acho que eu tô tão desacreditada quanto quem torce para o Djokovic….

    Responder
    1. Frederico Schnack

      Alice nunca irei desmerecer o sérvio……. o Touro anda jogando DEMAIS (o Djokiller fez o que poder)!!!!!!!!! O Lógico vai pra uma clinica depois de mais um canec…… ops…… troféu de Rafa.!!!!!!!!!!!!

      Responder
      1. Alice

        Claro que Rafa jogou “bem”, ele fez um jogo contra Djokovic que deu certo, como Dalcim mencionou Rafa teve coragem e arriscou para ganhar, só que o Djoko não jogou muita coisa. E eu “tipo’ torço para que o sérvio se recupere, por isso fiquei meio frustrada e desacreditada de ter sido em dois sets… :)

        Responder
  32. Lincoln

    E o Toro se exorcisou hj, a intensidade de sua comemoração foi maior do que de costume.
    Não me surpreende o resultado, visto que, até antes do jogo, ele está cada vez mais confiante em seu jogo e dominante, enquanto o Djoko seguia nadando em seu mar de dúvidas, inconsistência e sem confiança.
    Segue a gira

    Responder
      1. Nando

        Ah claro…nesse ano tá 3×0 pro Rei, só pra lembrar…e ambos ainda não se enfrentaram no saibro, e acho sim q o mesmo tem condições de vencer o espanhol em RG.
        Ou vc é a mãe Dinah? Se for, passe aí os números da mega por favor.

        Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        É porque ele se presta a coisas “menos” relevantes.

        Como por exemplo, ganhar o 18° slam em cima do Nadal, e depois surrá-lo mais duas vezes em Indi e em Miami.

        Responder
  33. Beto Souza

    Dalcim o backhand do Nadal melhorou muito.E isso fez a diferença?
    Achei o sérvio mais errante nas trocas de bolas ,antes o Nadal sofria demais.
    Bamos,bamos,bamos!!!

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, faz diferença importante. Mas veja que hoje ele protegeu também melhor a cruzada no seu forehand e, mais importante de tudo, usou as paralelas para desestabilizar.

      Responder
  34. Sônia

    Dalcim, o colega Mário havia comentado e agora observando é verdade. O espanhol “encorpou” novamente. Inacreditável, que nojo. Fica a torcida para que em RG os franceses “abram o olho” assim como no ano passado. Beijos.

    Responder
    1. suely

      Nadal dopado Sonia????? Desde 2005 dizendo a mesma coisa….mais de 1000 tenistas e so ele e dopado?????? KKKKKKKKK Porque nao o Federer???? Nadal tem 30 anos, Federer 36…para o tenis a diferenca e grande. Sera que ele nao esta tomando uma porcao magica????? 35 anos correndo como nunca……Entao os dois ( 2 ) estao dopados.

      Responder
      1. Sônia

        Uma hora a casa cai, “eu acredito”, assim como está caindo para os vermelhos malditos. Esse guru é uma armadilha, é coisa do “esperto”, só não vê quem não quer. Nada contra o sérvio (jamais será), mas não suporto o bombadão. Valores querida, valores. Beijos.

        Responder
        1. Luiz Fernando

          Sera q agora o Sergio Ribeiro vai entender a diferença entre idiota e arrogante? Ao ler o q vc postou fica muito claro. Tchau querida kkkk!!!!

          Responder
        2. Miguel BsB

          Valores??? Acusando os outros sem provas? Grandes valores o seu! Já fez musculação senhora? Sabia que é possível conseguir um corpo musculoso sem o auxílio de anabolizantes? Ainda mais um atleta de topo como Rafael Nadal?
          Comentário patético do começo ao fim…

          Responder
          1. Mário Fagundes

            Quero o endereço dessa academia, parceiro, porque adquirir massa muscular em quinze dias com musculação… rsrsrs. E Sônia se referiu a mudanças (que mencionei no post anterior) no corpo de Nadal desde Barcelona.

          1. Sônia

            Suely, nadalete? rsrsrsrsrsrs. Presta atenção “menina” rsrsrsrs, reminiscências desnecessárias se é que me entende rsrsrs. Beijos.

      2. Mário Fagundes

        Sua comparação não tem o menor fundamento. Se Federer corre demais nesta idade é porque hoje o tênis exige que ele corra. E correu tanto, que precisa de dois meses de descanso. Com um pouquinho de bom senso você conseguirá perceber a diferença.

        Responder
        1. Luiz Fernando

          E também com um pouquinho de bom senso vc aprenderia a aplaudir quem vence e não tentar denegrir sem qualquer tipo de prova.

          Responder
        2. Miguel BsB

          Quando vc for um tenista profissional milionário (quem sabe na próxima encarnação), e tiver um biotipo extraordinário para prática de esportes (não sei se é o seu caso, mas algo me diz que vc esteja mais pra atleta de sofá rs), vc não consiga um corpo parecido…aliás, não vi mudanças significativas no corpo do Nadal nos últimos meses, essas observações estão mais pra as já famosas dores de cotovelos de anti nadalistas ao menor sinal de sucesso do espanhol.
          O cara ja passou por trocentos testes antidoping e tem gente que ainda insiste nesse assunto…no dia que ele cair, se um dia ele cair, aí venham contudo com essa conversa. Até lá, vcs vão ter que engoli-lo…rs o cara é um touro msm…
          Só pra registrar, sou fã do Federer, mas não deixo de valorizar os monstros que são Nadal e Djoko. Jamais vou desmerece-los com acusações levianas…

          Responder
          1. Mário Fagundes

            Se você não é tão observador quanto eu, problema seu. Algo me diz que você não se mantém informado sobre o assunto em questão, sobretudo na ATP, onde Federer e Murray reclamam da falta de mais exames. Você, por acaso, é um daqueles que pratica a “cultura do corpo”, sendo um “rato de academia”? Talvez. rsrs. “Sabe de nada, inocente”!

  35. Anti anti-jogo

    O cara simplesmente resolveu se “auto-implodir” após vencer Roland Garros 2016. Chutou o balde…. Teve de dar tanto sangue para começar a bater Federer e Robolito regularmente, que pirou geral após ganhar o Slam que faltava. Isso mais o fato de que mesmo com todo esse esforço e conquistas não conseguiu carisma ou popularidade…. Frustrou geral… Que história maluca…. Pepe Imaz melequento!!!

    Responder
  36. Anti anti-jogo

    Caso Robolito Kid chegue nessa final de Madrid e na de Roma semana que vem, lá vamos nós novamente para 10 partidas em 12 dias sem apresentar o menor cansaço…

    Responder
    1. Mário Fagundes

      rsrsrsrsrs. Alguém lá em cima me alertou para ter bom senso nessa hora e aplaudir o incansável touro. Cansaço só existe para os outros tenistas. Afinal, não treinam como deveriam, não se esforçam, não se dedicam, não fazem horas e horas de musculação… rsrsrs.

      Responder
  37. Nando

    Mtos erros do abraçador de árvores até agora, ele não entrou no jogo ainda….pelo menos o 1° set vai pro baloeiro, assim quebrando o tabu, desde 2014 não ganhava 1 set do sérvio.

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>