Ressurreição
Por José Nilton Dalcim
12 de maio de 2017 às 19:00

Um ano depois do último duelo e num momento crucial da temporada de saibro europeu, Novak Djokovic e Rafael Nadal irão se reencontrar para um histórico confronto – o primeira do tênis profissional a atingir 50 capítulos – na semifinal de Madri na manhã deste sábado. É um jogo de ressurreição. O sérvio tenta retomar as rédeas de sua carreira e marcar sua maior campanha do ano. O espanhol quer voltar a vencer Nole depois de três temporadas e recuperar o favoritismo para Roland Garros.

Quem leva esse duelo forrado de simbolismos?

Djokovic vive seu pior momento, mas ganhou todas as últimas sete partidas contra Nadal, algumas delas com placares um tanto humilhantes. Não por acaso, as condições mais velozes de Madri proporcionaram a Nole sua primeira vitória sobre Rafa no saibro, na final de 2011. Por quê? Porque é um tenista naturalmente mais ofensivo.

Depois de grandes frustrações nos últimos dois anos, Nadal reencontrou o caminho. Jogou nesta sexta-feira seu melhor jogo sobre o saibro certamente desde o título de 2014 em Roland Garros, numa exibição contra David Goffin em que somou apenas predicados elogiáveis. Tenta a sexta final e o terceiro título seguido de 2017, um assombro.

Mas há fantasmas a espantar. Há 12 meses Rafa não vence um dos outros quatro grandes do tênis – Murray em Madri e Wawrinka em Monte Carlo do ano passado foram os últimos. Está com um backhand melhorado e disposição para ser agressivo, mas manterá esse padrão diante de um adversário sabidamente mestre no contraataque? Jogará três passos atrás da linha e permitirá o temido backhand cruzado do sérvio?

Estou louco para ver a postura tática e os nervos de cada um.

A outra semi será a batalha entre o velho e o novo backhand de uma mão. Pablo Cuevas, aquele que esteve para perder na estreia para Thomaz Bellucci, se aproveitou do jogo um tanto irregular e apressado do garoto Alexander Zverev para marcar uma virada de gala. Aos 31 anos, mostra pernas e ousadia de um garoto.

Dominic Thiem também está em sua primeira semifinal de Masters e faz uma campanha impecável, já que se adapta muito bem ao saibro veloz. Aos 23 anos e seis meses, o campeão do Rio Open pode se tornar o mais jovem finalista desse quilate desde Milos Raonic em Montréal de 2013, quando o canadense tinha 22 e oito meses. No único duelo com Cuevas, em Paris de dois anos atrás, o uruguaio venceu com placar bem duro.

Na chave feminina, uma decisão interessante. Kiki Mladenovic está em sua quarta final da temporada e, convenhamos, tem ainda 23 anos e se fixa de vez no top 20. Em caso de título, será a líder do ranking da temporada, quem diria. Melhor ainda, tem retrospecto de 3 a 1 diante da romena Simona Halep, que tenta o bicampeonato. Do jeito que o circuito anda, qualquer uma delas pode embalar em Paris.

P.S.: Segundo um tópico no Twitter, Nishikori já sofreu 15 abandonos no meio de jogo e cinco desistência sem entrar na quadra na carreira. Eu contei que, desde o US Open de 2014, foram quatro desistências e duas ausências, sem falar os torneios que pulou fora por contusão.


Comentários
  1. Pieter

    Parabéns ao Orlando Luz que, em seu primeiro torneio da gira europeia, chegou à final após vencer um jogo duríssimo e bem nervoso contra um experiente espanhol de 28 anos. É apenas um future mas acho importante para ele pegar ritmo de competição e, principalmente, confiança após uma parada forçado por contusão. Amanhã na final enfrentará um argentino encardido e favorito pois é cabeça de chave, ao contrário do brasileiro. Boa sorte a ele!

    Responder
  2. Cesar Kenji Suzuki

    Eu acho que a ATP deveria punir de alguma forma quem da muito WO como o Nishikori; fui para Barcelona ha 3 semanas ver o torneio , atrapalhado por muita chuva e atraso, sempre tentando ver jogos de Nadal e Murray. Imagine o desrespeito que seria Nadal ou Murray alegarem uma dor qualquer , darem WO e aparecerem em Madri normalmente, como pretende o Nishikori em Roma. Tem que investigar e comprovar lesão . Todos queriam ver Djoko. Se não esta tao ruim assim , vai la e toma uma bicicleta.

    Responder
  3. Pieter

    Imperdível essa semifinal de hoje entre Rafa e Djoko. Não consigo torcer para nenhum dos dois porque entendo que ambos são merecedores da vitória, por diferentes motivos. Na verdade, torcerei mesmo para que seja um espetacular jogo e que vença o melhor! Simples assim…

    Responder
  4. Anderson Vieira

    Nadal joga todos os torneios intensamente , nunca cansa , corre feito um lebre , sempre com o melhor físico , maior calvície e suor de tampa de chaleira kkkkkkkkkkkkk …. Acho muito estranho esse Nadal . Físico invejável hahaha

    Responder
  5. Lola

    Amanhã é uma incognita, o Nadal tá bem, mas achei ele fraco diante do Federer. Já contra os outros adversários, Nadal sempe ganhou sem dificuldade. Já Nole, vem mal desde o 2o semestre do ano passado. Acho q vai ser um jogo bem equilibrado, sem prognósticos.

    Responder
  6. Rodrigo S. Cruz

    Se o Federer tivesse optado por jogar ao menos um Master no saibro, somaria muitos pontos…

    Eu também acho que ele é hoje o ÚNICO que poderia fazer frente ao Conan, no saibro.

    Responder
    1. Robson Couto

      Acho que é uma faca de dois gumes, assim como ele poderia somar mais pontos para atingir o número 1, ele poderia se desgastar e dificultar levantar o troféu em wimbledon. Nesse ponto acho que ele está sendo muito inteligente, pois mesmo se Nadal volte a ser número 1, estaria a muitas semanas dele e quanto a slans é bom sempre manter uma margem de segurança, pois tudo leva a crer que o espanhol leva rg.

      Responder
  7. Rodrigo S. Cruz

    Tênis é fase e momento.

    E o momento do Nadal é superior.

    Pra mim vai dar Nadal, mas acho que o Djokovic ainda consegue arrancar um set…

    Responder
  8. Robson

    Bom,as vezes soltam aqui listas de maiores tenistas da história,vou embarcar nessa tb….
    Minha lista estará apenas os que vi jogar,o outros não me interessam,pois não os vi e não consigo ve- los tão bem assim apenas pelo you tube, são duas listas,maiores e melhores,lá vou eu…
    .
    5 maiores:
    1- Federer
    2- Sampras
    3- Nadal
    4- Novak
    5- Murray
    .
    5 melhores:
    1- Novak
    2- Federer
    3- Sampras
    4- Agassi
    5- Guga

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      O Cara termina SEIS anos CONSECUTIVOS como N 1 do Mundo. Mais SLAM e número de Semanas. E o mesmo número de FINALS. Como Novak já está à frente de Pete Sampras ? E não consegue ver os demais no You Tube ? Na boa, Caro Robson Cruzoe’ , como pega a imagem lá no Sítio ? kkkkkkkkkkkkAbs!

      Responder
    2. Eduardo Nery

      Os 6 Top ever…

      1- Federer
      2- Laver
      3- Nadal
      4- Sampras
      5- Djokovic
      6- Borg

      Depois deles, vêm embolados, Agassi, Emerson, Lendl, McEnroe, Connors, Edberg…

      Uma pequena observação na sua lista. Guga é o nosso rei, no Brasil, mas entre os 5 melhores do planeta é um exagero. Ufanismo…

      Responder
  9. Luiz Fernando

    Thiem avança p sua primeira semi de M1000 e muito provavelmente p sua primeira final. Sinceramente não o vejo vencendo comigo, seja contra quem for, mas o vejo como um futuro campeão no saibro.

    Responder
  10. Hélio Coelho

    Se o Nadal não vencer o Djoko amanhã, não vence mais …. a fase de ambos, o momento , o piso ( ainda que em Madrid é terra batida, praia do espanhol ) ! O Sérvio tem i número do espanhol!! A conferir!!

    Responder
    1. Alice

      Não vou negar que até concordo. Porque não imagino Nadal subir muito mais de nível e Djokovic cair mais ainda de nível. Mas é apenas um jogo né…

      Responder
  11. João ando

    Bom eu vou torcer para o tenis prevalecer ….então que ganha o novak .a outra semi thiem o austríaco.no feminino que ganhe a melhor…mas uma leve torcida para a kiki.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Acho que Thiem tem um pouco mais de potência e consegue mais topspin com o movimento brusco de punho, mas ainda vejo o do Cuevas mais consistente ao longo do jogo todo.

      Responder
  12. Robson

    Amanhã é dia de mais um duelo da maior rivalidade da história do tênis​,Rafa x Novak,façam suas apostas…
    Será um jogão,Novak jogou um absurdo contra Lopez e Rafa jogou um absurdo contra Goffin, óbvio que cada jogo é um jogo,mas se os dois amanhã estiverem inspirados, sairá faísca em quadra, heheheeee…

    Responder
  13. ESs

    Boa noite Dalcim e a todos !!

    Sinceramente acho um pouco difícil para o sérvio conseguir desbancar o Nadal neste fim de semana, mas se Djoko precisava de um desafio real, agora o terá ! Seria bom ver o servio voltar a vencer, para apimentar mais a temporada de saibro !!

    E parece mesmo uma questão de tempo como já havia dito será a volta de Federer e Nadal ao topo, a grande questão será a ordem !!

    Murray está perdendo jogos para atletas novos, parecem não temer o número 1 !! O Djoko apesar de perder muito este ano duas derrotas foi para o promissor Nick Kyrgios, Que contra o Nadal foi uma decepção !!! Abs a todos !!

    Responder
  14. Robson Couto

    Olá Dalcim,
    Na sua opinião a desistência do Nishikori foi boa para o Djokovic para que ele esteja mais descansado amanhã, ou prejudicial em relação ao ritmo de jogo?
    Abraço!

    Responder
    1. Alice

      “mas ganhou todas as últimas sete partidas contra Nadal, algumas delas com placares um tanto humilhantes.” – Acho que “humilhantes” já dizem tudo… rsrs

      Responder
  15. Antonio Gabriel

    The big match. Nadal talvez esteja jogando seu melhor em muito tempo, mas em compensação Djoko, que anda meio perdido, parece que eleva seu nivel contra o espanhol. Será um jogo pra se apreciar e estudar, dois titãs do tenis. Honestamente não acho que aquele que ganhar se torna o favorito natural para RG, mas dará muita moral com certeza. So esperar oo jogo.

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Pra mim será um show de macabro entre dois dos maiores praticantes do “TÊNIS-COCÔ” que se tem notícia…

      E a minha opinião não está sendo humilde!

      Kkkkkkkkkk

      Responder
  16. Arthur

    Dalcim,

    Acho que o jogo será marcante, sem dúvida, mas não acho que o resultado seja equivalente para os dois lados. Explico.
    Se Nadal ganhar, será a reafirmação da sólida campanha que tem feito no saibro até agora e assumirá, definitivamente, a condição de favoritaço para RG.
    Por outro lado, se Djoko ganhar, não creio que ele venha a assumir a mesma condição. Será um inegável boost na confiança do sérvio, mas tal tem sido a sua instabilidade desde o ano passado que não dá pra afirmar que será uma virada de chave daqui pra frente.
    Enfim, torçamos por um bom jogo, independentemente de quem vencer.

    Um abraço.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Claro que não podemos ter certeza de nada, mas uma vitória de Djokovic sobre Nadal no saibro e diante da torcida espanhola me parece uma injeção de confiança espetacular para o sérvio num momento em que ele precisa muito disso para lugar pelo troféu em Paris.

      Responder
      1. Alice

        Acho que não seja bem por Paris, mas realmente voltar a vencer né, porque tá difícil. O comedor de fígado do Chetnik está anemico…rsrs

        Responder
  17. AKC

    Cuevas é top 10 no saibro, faz tempo que merecia uma campanha como essa… e Thiem finalmente está chegando lá. Teremos um finalista inédito neste Master. O Coric… Lembro que li, há uns dois anos, uma declaração um tanto arrogante, ele dizia que era o melhor jogador de 18 anos do mundo… Lembro que pensei: “com essa idade, Nadal, Djoko e Murray já estavam destruindo, e vc ainda não”… Enfim, é promissor, mas tem muito a provar ainda.
    E o que dizer deste Dodal, já a maior rivalidade – pelo menos numérica – da história do tênis? Não há favoritos e vale muito para os dois, será um jogão!!
    Que era magnífica do tênis!!

    Responder
    1. André Luiz

      A maior rivalidade ‘númerica’ da história do tennis é entre Rod Laver e Ken Rosewall, que se enfrentaram umas 150 vezes, e já como profissionais [embora a maioria ainda não na era ATP].

      Responder
  18. Túlio Oliveira

    Acho que Djokovic leva essa em cima do Nadal num jogo apertado. No feminino aposto na Halep e acho que ela leva Roland Garros também.

    Responder
  19. Sônia

    Dalcim,

    1. kuznetsova, sensível, fiquei fã depois de ouvir sua entrevista, cla clap clap.
    2. Halep, na torcida, mas se a francesa vencer… merecidérrimo, muito simpática.
    3. Coric, garoto lindo, visualizo muitos ensaios fotográficos em breve, uau uau.
    4. Zverev, guerreiro, clap clap clap, bora pro próximo torneio.
    5. Thiem, querido, torcendo muito para voce lindão, êta garoto fair play.
    6. Dodal… argh argh, que dure trocentas horas rsrsrs, adoooooro, AJDE NOLE!
    7. Cuevas, batalhador, a cada torneio garantindo legal o leitinho das crianças.

    Beijos.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Só me resta comentar o item 1: a Sveta é com certeza uma grande personalidade do tênis, sensata, sensível, inteligente.

      Responder
  20. Alexandre Adorno da Cunha

    Dalcim achei o game 4×2 do segundo set do Nadal e Golffin o melhor do ano, e também o jogo Dimitrov e Thiem o melhor que vi este ano, tem algumas outras sugestões?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Foi mesmo um belíssimo game, o que teve a melhor sequência de jogadas espetaculares que vi neste ano e talvez em vários outros anos. Gostei muito de Dimi x Thiem, pode facilmente estar entre os melhores do ano.

      Responder
  21. Alice - endereçado ao LÓGICO! KKK

    Nossa gente, cadê o Lógico? Preocupada aqui, será que ele tomou uma SuPerDose de Inderal? Acho que ele tá correndo pro cemitério pra me ver se cumpriu mesmo a macumba e enterrou o “robozinho m*****””… rsrs

    Aja pedidos, macumbas e muitas doses de tranquilizantes…Se os “deuses do tênis” adoram o Rafa e quis que fosse assim, só resta ao Lógico pedir as forças obscuras do universo…KKKKKKKKK

    É DeCamPeÃo!!! E segue o líder da temporada… :P

    Responder
  22. O LÓGICO

    QUERO ÓLEO DO ROBOZINHO ESPARRAMADO NA LAJE DE MADRI kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Aliás, as dúvidas que o GURU bem coloca, exprimem exatamente o contraponto de toda festança das nadalzetes e NADALices kkkkkkkkkkk. Afinal, o que mesmo elas comemoram? Que o robozinho tá sobrevivendo na Laje? Mas isso ele sempre fez desde que anunciei sua morte kkkkkk, pois é só na Laje que seu cérebro esboça algumas sinapses fantasiosas que lhe fazem crer, e toda a massa de nadalazetes, que ainda reside no mundo do tênis, quando, na verdade, ele Já fez passagem kkkkk há muito tempo.

    Pouco importa se ele ganhar mais esse título e até Rolanga. Pois ao parar de ganhar títulos depois da LAJE só confirma, mesmo que probabilisticamente, ou indutivamente, que ele é, de fato, um tenista unidimensional kkkkkkkk Seu números todos só reluzem pelos títulos da LAJE. E volto a perguntar: em qual patamar ele estaria se não houvesse torneio na LAJE?
    Agora, se ele perder pro Djokiller no estado em que este está atualmente, podem tirar o tubo do robozinho até na LAJE kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Se não, podem continuar comemorando nadalzetes, mas não esqueçam que NUNCA SERÃO KKKKKKKK Ele é só Ele, somente Ele e ninguém mais que Ele kkkkkkkkkkkk
    1 SLAM e 2 MASTERS aos 35 anos: DE LAND ROVER É FÁCIL, É MOLE É LINDO, QUERO VER JOGAR A TAÇA DE UM SLAM NO FUNDO DA FIORINO kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
    1. Alice

      Voltou sumido?
      “QUERO ÓLEO DO ROBOZINHO ESPARRAMADO NA LAJE DE MADRI” – Nossa que frase, senti um “sex appel” nela, muito quente Lógico, aos poucos você está saindo do armário, e mostrando o quão louco e enlouquente é esse amor pelo Rafa.. :P
      Agora para uma reflexão​ mais ampla: Em qual patamar estaria Djokovic sem seus títulos na quadra rápida? Onse estaria Federer sem grama ou “hard” na história?
      Aceita de uma vez que o saibro faz parte dos pisos jogados no tênis… ;)

      Vejo que está mais mole ultimamente, já comentei isso antes. Agora está pouco ligando se Rafa vai papar tudo no barro, mas também não larga o osso né? Se perder…rsrs

      Não se preocupe sobre as rápidas, o rei terá o segundo semestre todo pra pisar no seu calor… U.u

      Passar bem, pode indo diminuir sua dosagem de Inderal…

      Responder
      1. Paulo F.

        Onde estaria Djokovic sem os títulos nos pisos duros?
        Bom, 1 Grand Slam e 08 Masters 1000 – acima de muitos consagrados “saibristas”, tais como Guillermo Coria, Juan Carlos Ferrero, o atual técnico do Siri Careca e Thomas Muster.
        Para citar apenas 4.

        Responder
    2. Luciano

      Estranho uma pessoa se intitular, mas sobretudo desqualificar os fatos. Quando usa por conveniência o SE NÃO fosse a Laje. Ora e SE A LAJE tivesse 2 Slans por ano assim como 6 Masters + 1 Finals?

      Responder
    3. Rafael

      Suas afirmações são ilógicas, seus comentários ruins! Parece uma criança tentando diminuir um pra superdimensionar outro! Ridículo, no mínimo. Desculpe a franqueza.

      Responder
  23. Mario Cesar Rodrigues

    Dalcim,veja bem não sei se você concorda cada um consegue ver um estilo de jogo,o que devo fazer ou o que não devo.Bem se fosse Rafa eu tentaria ao máximo forçar o saque,principalmente abeto e ir para rede,outra coisa a batida de spin na esquerda do Nole pode funcionar mas sem muita frequência,penso que as paralelas é uma ótima mas existem riscos.enfim é um jogo que espero ser ótimo de ver e claro espero uma vitória do Rafa mas se não acontecer,sinceramente não irá abalar a confiança de Rafa nem um pouco!concorda?outra coisa este tal de Sérgio Ribeiro que fica ai me tentando desestabilizar por favor se ele vier com mais uma graçinha comigo vou apelar.eu só ataco quando sou atacado nem sei da onde está coisa mediocre saiu Dalcim voando hoje para Roma.abraços!

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Nadal está sacando muito bem com aquele kick no forehand do adversário (destro) e lembremos que até Bellucci ganhou muitos pontos com esse mesmo tipo de saque diante do Nole. Então é uma receita importante. Subir à rede? Eu só o faria em bolas boas ou numa situação de surpresa, jamais seria uma tática frequente. E sim, paralelas. Isso é fundamental para o Nadal, obviamente estou falando de paralelas de forehand para forehand.

      Responder
    2. Rodrigo S. Cruz

      KKkkkkkkkkkk

      Pague na mesma moeda, Mário César.

      Vou te dar uma dica infalível.

      Basta você “elogiar” com alguns impropérios o amado salve-salve, farsante do Reino Unido.

      O Andy (Mula) SEM-CABEÇA E SEM Vitamina D” Murray…

      Que aí o nosso amigo quebrará o teclado de raiva, dará PT no seu computador e nunca mais te encherá o seu saco.

      (rs).

      Responder
      1. Sérgio Ribeiro

        O Guri dando conselhos para o Internacional MC ? Como se o Cara sabe muito mais. A anos que Posta no Blog. Vai até pra Roma ver o Papa , digo Rafa. Na boa, aproveita a viagem e se puder leva o mala do Guri, quer dizer, o Guri na mala. KkkkkkkkkkkkkABS!

        Responder
  24. Alice

    Mário Fagundes, preciso dizer…Me rachei de rir com seu último comentário dirigido a minha pessoa e não se preocupe eu vou guardar as pingas e as pitangas (haha) pra vocês, porque eu acho que mais gente vai precisar delas amanhã! Kkkkk

    AH, o jogo do Rafa hoje foi divetissimo, foi tão bom que eu ficava sorrindo e rindo de tamanha qualidade… :P

    #VamosRafa

    Responder
  25. Alice

    No embate do Capitão América Júnior (Borna Coric) vs Ben10 (Dominic Thiem) deu a “lógica”, o austríaco. Aliás o Coric só deu uma “amostra grátis”, porque nem pagando ele jogou! rsrs

    Diz a Marvel que agora o Capitão é do mal, vai ver que foi isso, os poderes mágicos e do bem do Ben10 venceram os males do Capitão América Júnior, que precisa aprender se movimentar melhor e lidar com essa nova “bipolaridade-sentimental” agora … :P

    Responder
  26. Natanael Lobato

    Nadal está jogando muito, mas muito mesmo. Teve uma atuação de gala hoje e, apesar dos “poucos” (antis) aqui no blog (sofreguidões) tecerem comentários toscos (maratênis, baloeiro e etc), o que assistimos hoje foi uma verdadeira obra de arte, de um jogador focado, brilhante, altivo e vencedor. Amanhã teremos mais um capítulo da história sendo desenrolado na terra batida de Madri, confronto de nº 50, maior rivalidade de todos os tempos e, certamente, teremos uma tela pintada com jogadas geniais, inteligentes, soberbas e emoção de sobra. Aliás, o que me chama muita atenção é na imprevisibilidade do resultado do NoDal (Apesar de acreditar que o espanhol leva em 3 set’s), contudo, torço por uma vitória do Novaking. Abs

    Responder
    1. Alice

      Que comentário elegante….
      Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap :)

      Responder
    2. Aurélio Passos

      Sim, um jogador focado, brilhante blá blá, porque SABE QUE NÃO VAI CANSAR, dure o jogo dois minutos ou 10 horas, devido ao “físico privilegiado” kkkkkk kkkk. Isso faz maravilhas para o seu “mental privilegiado”…. rsrsrsrs

      Um ser que denota um egocentrismo, incoerência, ambição e unidimensionalidade jamais vistos o mundo do tênis.

      Responder
  27. Alice

    Foi uma “comédia” o jogo, pois eu fiquei sorrindo maravilhada com a partida, o comentarista do canal de TV (a qual eu assistia) suspirava e dizia sem parar: “dois artistas na CaJa Mágica” hehehe…

    O resultado do feminino surpreendente, Simona Halep “honrou” seu título e vai defende-lo​ amanhã contra Mladenovic que está se aproveitando do momento de muita “concorrência” na liderança da temporada. Enquanto isso, mais uma vez Hingis está em uma final e Kyrgios eliminou os Bryans de virada nas duplas…rsrs

    Responder
  28. LEOPOLDO GUILHERME

    Ainda me surpreendo com a capacidade fisica do Nadal… Parece que vai ” enfileirar ” todo mundo ate RG. Mestre, afinal , Federer joga RG? Dizem que ele pediu bolas para a organizaçao do torneio. E mais : acredita que ele possa inovar algo em seu jogo para se equiparar a Nadal no saibro?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Acredito que ele jogue sim, mas não vejo como ele poderá competir no saibro com Nadal ou Djokovic. Taticamente, precisará usar mais topspin e jogar pelo menos um passo mais atrás da linha.

      Responder
      1. Sérgio Ribeiro

        Um passo pode até ser, Dalcim. Mas a la’ Thiem ou Stan ? Não acredito. Somente um Back de uma mão bateu o Espanhol em Duas Finais de MASTERS 1000 no Barro, o próprio. ABS!

        Responder
  29. Beto Souza

    Dalcim esse backhand que você citou “melhorado” do Nadal. Eu vejo ele mais reto que antes. E você? E você acha que ele pode incomodar o sérvio comparando com de antes?
    Bamos!!!

    Responder
  30. Marcos

    Dalcim, boa noite!
    Qual seu palpite para amanhã?

    Minha opinião: Nadal fez um ótimo jogo hoje, mas particularmente não ainda não vejo aquele velho Nadal, tenho a sensação que a bola não anda como antes, mas chegou em tudo até agora, com méritos de ser o grande jogador que é, por outro lado o Djoko não vem bem mas é um cara que jamais subestimo, fez um bom jogo com o Lopez e é incrível como cresce muito contra Federer e Nadal, e voltou a declarar que brigará pelo número 1, bem diferente do que vinha discursando alguns dias atrás. Repito tudo que escrevi é o que penso!

    Meu palpite: Djoko em 3 sets.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Nadal está jogando seu melhor tênis em anos, mas tenho a impressão que Djokovic irá vencer no terceiro set. Acho que o jogo dependerá muito de como Djoko entrará, sua confiança e sua determinação em vencer.

      Responder
    2. Alice

      Mas realmente a bola do Nadal não anda como antes, não mesmo. Tanto que o seu “golpe matador”, praticamente “não existe” mais, por que não tem tanto efeito (topspin) como antes…

      Responder
  31. José R.

    Dalcim…
    No caso do Nishikori, o cara deve ter uma equipe enorme e sofre tantas lesões uma atrás da outra…
    É o tenista que opta por se arriscar mais, correndo o risco de lesionar ou isso é mesmo do esporte?
    O Guga mesmo teve que antecipar a carreira e já ouvi ele dizendo que até hoje convive com a dor (algo como lesões permanentes)…
    O que acontece que outros atletas conseguem sofrer bem menos com isso?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      O problema do Nishikori é genético, não tem muito o que fazer a não ser tentar prevenir o tempo inteiro. Mas é frágil e talvez só mesmo um calendário bem mais curto o ajudaria a ter mais produtividade.

      Responder
  32. Nando

    O sérvio sabe como vencer o baloeiro…e as bolas altas no BH dele não surtirão efeito algum.
    No duelo entre o chiliquento x zé balão, dá chiliquento!
    Na outra semifinal, jogo imprevisível….qlqr um q ganhar está bom, importante é q o BH de uma mão continue sobrevivendo, pois é com ctz o golpe mais bonito desse esporte (BH na paralela então…).

    Responder
  33. César valeixo

    Dalcim, se o nadal ganhar a semi e em seguida o torneio, você diria que ele tem quantos % de ficar com o número 1 nessa temporada? Visto que ele não defende mais pontos quase…abs

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Acho que será um passo importante, mas acredito que isso não seja o suficiente para entrar mesmo na briga. Precisaria ainda ir muito bem em Roma e Paris, porque tradicionalmente ele não faz grandes segundos semestres.

      Responder
  34. Fernando Filho

    Djokovic X Nadal é a melhor rivalidade da história do tênis. Levando em consideração a obra de cada jogador, nível de tênis de cada jogador, número de embates entre os dois, o equilíbrio no confronto… Não há nenhuma tão boa. Federer x Nadal poderia ser do mesmo nível, mas Fedal não é uma rivalidade, e sim uma freguesia, um espancamento, uma surra, um massacre…

    Responder
    1. Alice - endereçado ao LÓGICO! KKK

      Não fala isso, se não os “antis” piram aqui…rsrs

      No momento tá 23-14 a favor do Nadal, mas do jeito que as coisas andam, não duvido que o Federer encoste. Aliás, hoje eu nem considero + “frequesia”, só é nítido que nos confrontos, Rafa se saiu superior…rsrs

      Responder
    2. Nando

      Surra? O espanhol tem 9 vitórias a mais, e do jeito q estão as coisas, esse número será bem reduzido ainda ( desde q o espanhol chegue às rodadas finais no 2° semestre.

      Responder
    3. Nando

      Equilíbrio só se for no placar geral de 26×23….pois o sérvio surrou o espanhol nos últimos 7 jogos, e sem perder um 1 mísero set.

      Responder
    4. André Luiz

      Tenho certeza que Nadal discordaria veementemente do seu comentário.
      A maior rivalidade que vi no tennis foi entre Borg e McEnroe.
      Mas também gosto de ver Nadal vs Nole.

      Responder
  35. Roberto Rocha

    Hoje Nadal jogou muito bem, e novamente sobrou fisicamente à medida em que o jogo avançava. Se deseja vencer Nole, precisa parar de jogar bolinha cruzada. Paralelas são o caminho para vencer o sérvio. Certamente veremos um jogo de longos ralis e extremamente tático. Quem tiver mais coragem, leva.

    Responder
    1. Aurélio Passos

      “sobrou fisicamente à medida que o jogo avançava”. . .. Sim, é assim há 13 anos…. os adversários são todos patetas que não se esmeram na preparaçào física…. Só o Destruidor do Têbis se aplica ao máximo e por isso tem o “físico privilegiado”. rsrsrzrz….

      Responder
    1. Fernando Filho

      Se o Djokovic entrar em quadra com uma máscara e o Nadal não souber quem é, o espanhol passa o trator. O problema é que o Nadal sabe que é o Djokovic.

      Responder
      1. Marcelo F

        Sensacional comentário. Perfeito. É exatamente isso. Incrível como a presença do Djoko incomoda o Nadal. Só de ver o sérvio do outro lado, sua feição já muda. Não importa a fase dos dois. Vou torcer pelo espanhol, apesar de achar difícil. Mas não é impossível.

        Responder
    2. Carlos Reis

      Infelizmente, tenho que concordar. Mas a torcida contra o torito continua… Prestem atenção, contra o torito, não para o ‘Nole’.

      Responder
    3. Alice

      É pode ser uma surpresa pelo mal momento do sérvio e o bom momento do Rafa. Porém ainda acho que Djoko tem plenas chances de ganhar, vai estar mais descansado, sabe muito bem o que fazer pra ganhar do Nadal. A questão é aquela que o Dalcim deixou no ar no post: Será que Nadal vai permitir que Djokovic jogue da maneira que quer? Defendendo a bola milhas de metros longe da linha de base (haha), sofrendo assim inúmeros contra-ataques…

      Responder
    4. Sérgio Ribeiro

      Surpreso ? Num Saibro a sua feição ? Rafa Nadal esta’ num ótimo momento. Só que o Sérvio tem os antídotos. Não arrisco a dar qualquer palpite. ABS!

      Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>